Ônibus é incendiado no Bom Jesus

Publicidade
Um ônibus que faz o roteiro do centro de Imperatriz-MA ao povoado Bom Jesus foi incendiado nesta quinta-feira, 29, à noite, por bandidos que supostamente pertencem a uma facção criminosa do Maranhão.

Eles adentaram no veículo, mandaram o motorista, o trocador e os dois passageiros que estavam no interior do veículo descerem e em seguida atearam fogo no ônibus.

Veja as imagens enviadas aos grupos de WhatsApp. A linha do Bom Jesus atende também a comunidade do campus da Universidade Federal do Maranhão (Ufma). De acordo com o corpo de bombeiros militar, apenas danos materiais foram registrados.




Aldeia Global publicou sobre ataques a ônibus no período eleitoral:
Governo pede reforço de tropas federais
Flávio Dino inspeciona operações policiais

Os ataques a ônibus começaram na capital do estado, São Luís, ainda na quarta-feira, 28. Após reforço do aparato de segurança, o governo do Estado emitiu a seguinte Nota:
O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), reitera sua luta sem tréguas à violência perpetrada pelos ataques desta noite. Não cederemos a chantagens de facções criminosas que querem a volta a um passado recente.

Tropas federais serão enviadas para nosso estado, a pedido do governador, para juntar-se aos 7.500 homens que atuarão nos próximos dias para impedir que facções criminosas tentem tumultuar as eleições.

Já foram detidos 23 suspeitos dos ataques desta noite, sem o registro de qualquer vítima. A SSP destaca que as Forças de Segurança Pública estão atuando permanentemente para coibir tais práticas. Para tanto, estratégias foram definidas e ações de policiamento ostensivo e preventivo estão acontecendo em toda a região metropolitana de São Luís, com atenção aos pontos mais críticos. As Polícias Civil e Militar permanecem nas ruas por tempo indeterminado para assegurar que todos os suspeitos sejam presos e punidos no rigor na lei.

A SSP orienta que os cidadãos repassem informações que ajudem a polícia no combate ao crime por meio do número do aplicativo Whatsapp (98) 9.9163.4899 e pelo aplicativo “Byzu”, compatível com todos os sistemas operacionais.

São Luís, 29 de setembro de 2016.

Publicidade