Refundação Comunista defende liberdade de expressão

Publicidade
Por meio de Nota Oficial, a Refunda Comunista (RC) defendeu o fim da censura. E o restabelecimento do direito à liberdade de expressão, diante dos ataques em quatro estados: Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais.

Direto da Aldeia publica a íntegra da Nota.

Pela Liberdade de Expressão e contra a censura
O Comitê Central da Refundação Comunista (CC-RC) manifesta o seu repúdio às recentes provocações dos setores mais reacionários e obscurantistas da sociedade brasileira, que tentam reprimir a liberdade de expressão cultural.

Os órfãos do golpe de 1964, apegados à herança autocrática em dispositivos e valores caducos ainda hoje acionados contra os trabalhadores e o povo, instrumentalizam a moral e as religiões para fomentarem o retorno da repressão à criatividade.

Os episódios do RS, SP, RJ e MG estarreceram as pessoas que respeitam as manifestações humano-civilizatórias e se inquietam perante as contradições sociais. Todavia, as hordas que mesclam métodos fascistas com o entreguismo privatizante foram derrotadas em Belo Horizonte.

Suplantadas quando a Comissão da Verdade dos Trabalhadores e do Movimento Sindical (Covet-MG) realizava audiência pública na ALMG, a obra do pintor Pedro Moraleida era exposta e a ex-presidente Dilma participava de evento, nem sequer apareceram quando a Comissão da Verdade em Minas Gerais (Covemg) apresentou seu Relatório Final.

Em contraposição à truculência dos que tentam restringir mais ainda e até eliminar o regime democrático constitucional, a militância comunista se soma ao conjunto das forças democráticas para defender a liberdade de expressão e derrotar o retorno à censura.

Todo apoio à frente Nacional contra a Censura!

Os nostálgicos das prisões, torturas e assassinatos políticos não passarão!

Belo Horizonte, 10 de dezembro de 2017,
Comitê Central da Refundação Comunista (Brasil)

Refundação apoiou ato político

Sobre o assunto, Direto da Aldeia (V. 2.0) publicou sobre ato político em Belo Horizonte-MG. Relembre:
Liberdade de expressão artística é debatida
Advertisemen