Deltan Dallagnol desafia ministros do STF

Publicidade

Inconformado com liberdade de Dirceu, Dallagnol ataca credibilidade do Supremo

O procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa do Ministério Público Federal para a Lava Jato, em Curitiba, expressou nas redes sociais a frustração com a decisão do Supremo Tribunal Federal. Por 3 votos a 2, o STF decidiu, nesta terça (2), conceder a José Dirceu o direito de aguardar a conclusão de processos em liberdade.

Em uma postagem no Facebook, Dallagnol citou decisões do STF sobre outros casos de "menor gravidade", envolvendo traficantes e um ex-prefeito, e insinuou que, ao contrário desses réus, Dirceu conseguiu o habeas corpus no STF porque tem dinheiro e influência.

Jornal GGN



Nota do editor da Aldeia: Começa a cair a ficha. Os procuradores do MPF de Curitiba-PR agora sabem que somente foram usados para afastar a presidenta Dilma Rousseff. Agora, são página virada, descartada do folhetim dos verdadeiros quadrilheiros que assumiram o Palácio do Planalto com a posse do vice-presidente Michel Temer.
Publicidade