Iema: população define cursos

Publicidade
Com o início das aulas previsto para o próximo ano, as quatro novas unidades plenas do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) terão as audiências públicas para escolha dos cursos realizadas este mês. As novas escolas funcionarão nos municípios de Axixá, São José de Ribamar, Coroatá e Timon e, além de considerar as vocações locais levantadas por especialistas em cada município, o Governo do Maranhão está promovendo audiências públicas, nas quais pais, estudantes, professores e a sociedade civil de uma forma geral participam e expõe demandas e lacunas educacionais ainda não atendidas pela formação técnica em cada região.

“As audiências públicas são um momento de participação cidadã na definição dos cursos que serão oferecidos pelo Iema nestes municípios. Isso é uma característica do governo Flávio Dino, que é valorizar a participação democrática, o exercício da cidadania e respeitar a opinião da sociedade em relação às políticas públicas”, enfatizou o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada.

A iniciativa, tomada desde o início da implementação dos Iemas realizada no ano passado, é conduzida pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), e as audiências percorrem todos os municípios em que as unidades serão instaladas.

Em 2015, por exemplo, foram realizadas assembleias em municípios como São Luís, Bacabeira, Pindaré-Mirim, antes da instalação das chamadas unidades plenas – que oferecem o ensino médio e técnico em tempo integral. Já para as unidades vocacionais, que ofertam o ensino técnico, as audiências são realizadas periodicamente.

Em Bequimão, por exemplo, a estudante Mariane Pereira Cunha participou da audiência promovida pela Secti no mês de agosto deste ano e destacou a possibilidade de participar da escolha e também de cursar um curso técnico gratuitamente no município.

“A oferta de cursos técnicos pelo governo do Estado é muito importante para influenciar os jovens que não têm emprego e a gente poder dizer isso e escolher o que a gente quer fazer, o que precisamos, é muito importante. O Iema traz oportunidade de sermos melhores e como em Bequimão não tem nenhum instituto de ensino técnico veio a calhar, neste momento, pois tem muitos jovens se formando agora no ensino médio e que poderão ingressar nesta instituição, formar e empregar o que vai aprender aqui no município”, avaliou a estudante.

Este ano, o cronograma das audiências será iniciado pelo município de Axixá. Os trabalhos começam na segunda-feira (10), a partir das 14h, no auditório do Centro de Abastecimento, localizado na BR-402, Povoado Santa Rosa. Na terça-feira (11) acontecerá em São José de Ribamar, às 9h. Neste município, a audiência será no auditório do Iema, na Estrada de Panaquatira, Lote 01, Balneário Panaquatira.

Os trabalhos seguem dia 13 e 14, respectivamente, nos municípios de Coroatá e Timon. Em Coroatá, a audiência será às 14h, no auditório do Centro de Estudos Superiores da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), na Avenida da Bandeira, S/N°, bairro Americano – Centro. Em Timon, às 9h, no auditório do Centro de Treinamento Professor Wall Ferraz, Rua Maria Carlos da Silva, S/N°, Parque Piauí I.

Após as audiências, serão iniciados os editais para pessoal docente gestores e pessoal técnico que atuarão nas novas unidades do instituto. As novas unidades estão sendo construídas pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra) para serem inauguradas no início do próximo ano. Cada unidade oferecerá quatro turmas do 1ª ano com 40 alunos, o que contabiliza 640 alunos nas quatro unidades.

Mais informações sobre as audiências podem ser obtidas por meio do edital Secti nº 17/2016, disponível no site da Secti no endereço www.secti.ma.gov.br.

Agências de Notícias São Luís
Publicidade