Honaiser participa de primeira reunião de Câmara Setorial

Publicidade
Izabel Almeida

São Luís, MA. O secretário de Estado de Agricultura e Pecuária, Márcio Honaiser, participou, esta semana, da primeira reunião ordinária da Câmara Setorial de Grãos, Suínos e Aves. Na ocasião foi discutido com entidades ligadas ao agronegócio maranhense demandas como crédito agrícola, abatedouros, fiscalização sanitária e tributação, fundamentais para o sucesso do setor este ano.

“É fundamental levantar demandas, propor ações a seus responsáveis, por meio de comissões, além de prazo de execução, para que a cada reunião possamos sentir avanços concretos”, defendeu o secretário Márcio Honaiser. Ele apresentou, entre as prioridades da secretaria este ano, a meta de identificar e contribuir para superação de pontos problemáticos da safra 2014/2015 como transporte, armazenamento, comercialização, crédito, seguro e defesa fitossanitária.

Márcio Honaiser
Primeira reunião da Câmara Setorial de Grãos, Suínos e Aves
Nesse sentido, uma das preocupações levantadas na reunião é a falta de infraestrutura adequada para o escoamento da produção e conservação da safra de soja no estado, além da recuperação de estradas. “Nosso objetivo é fazer com que o Maranhão retome seu crescimento, especialmente no setor do agronegócio, em que possui um grande potencial a ser desenvolvido”, ressaltou o secretário.

Participaram do encontro entidades como a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Associação Maranhense de Supermercados (Amasp), Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento de São José de Ribamar, sistema Faema/Senar, Codevasf, secretarias estaduais de Agricultura e Pecuária (Sagrima), Familiar (SAF) e de Indústria e Comércio (Seinc), além de instituições bancárias e associações.

Câmaras Setoriais

A Câmara Setorial de Grãos, Suínos e Aves discute temas relevantes para o setor e para os atores sociais envolvidos na produção, transporte e comercialização desses produtos. Seu presidente, assim como os das demais câmaras setoriais do segmento agropecuário, tem assento na Câmara do Agronegócio, uma das nove câmaras setoriais definidas pelo Conselho Empresarial do Maranhão (Cema), para discutir assuntos ligados diretamente ao desenvolvimento do estado, nas áreas de turismo, agronegócio, energia e gás, minério, metalurgia, comércio e serviços e infraestrutura, além de estratégias de apoio e fomento às micro e pequenas empresas e inovação tecnológica.
Publicidade