TSE aprova verificação do voto impresso

Publicidade
O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) aprovou hoje resolução disciplinando a impressão dos votos em parte das urnas do país, cerca de 5%. O ato prevê a verificação manual da votação em um número restrito de sessões eleitorais.

O TSE diz que cerca de 5%, ou 30 mil, das 600 mil urnas eletrônicas deverão estar equipadas com impressoras nas eleições. A resolução, aprovada hoje, também define procedimentos em caso de mal funcionamento do equipamento.

O eleitor não receberá o comprovante de votação, podendo somente verificar visualmente se o que está impresso no papel condiz com o que está na tela da urna eletrônica.

Publicamos:
Honorato Fernandes: A instabilidade é contra o povo
Boaventura de Sousa: passo-a-passo para a esquerda

Segundo a resolução do TSE, cada estado terá apenas um local para verificação manual dos votos, que deverá começar em até quatro dias úteis aposcada turno da eleição. A operação, conduzida por servidores da Justiça Eleitoral, terá a participação de fiscais dos partidos. O processo será público, podendo ser acompanhado por qualquer pessoa. Os locais serão divulgados 20 dias antes do primeiro turno.

De acordo com a norma,nem todas as urnas equipadas com impressoras serão alvo da verificação. Dois dias após cada turno, a Justiça Eleitoral divulgará quais urnas, em quais seções, passarão pela verificação.

Jornal GGN
Advertisemen