Imprensa conhece objetivos da Campanha da Fraternidade

Publicidade

O tema em 2017 é “Fraternidade: Biomas brasileiros e defesa da vida”

Na manhã dessa quarta-feira, 1º, o coordenador da Diocese de Imperatriz, padre Francisco Lima Soares, lançou, para a imprensa, durante encontro ocorrido no Salão Paroquial da Igreja Santa Teresa d’Ávila, sede da Matriz e padroeira da cidade, a Campanha da Fraternidade 2017.

Do evento, participaram representantes dos diversos veículos de comunicação de Imperatriz, começando por volta das 9h. Na oportunidade, foi anunciado que a Campanha da Fraternidade sempre é iniciada na quarta-feira de cinzas e desenvolvida durante todo o ano, não apenas durante a quaresma. Segue as atividades pastorais do Ano Litúrgico.

Padre Francisco Lima explicou sobre Biomas e defesa da vida. Foto: Raimundo Primeiro

O padre Antonio José, assessor da Campanha da Fraternidade na Diocese local, informou que o lema é “Fraternidade: Biomas brasileiros e defesa da vida”, tendo como objetivo geral cuidar da criação, de modo especial dos biomas brasileiros, dons de Deus, e promover relações fraternas com a vida e a cultura dos povos, à luz do Evangelho”.

Segundo o coordenador Diocesano, padre Francisco Lima Soares, os objetivos específicos são aprofundar o conhecimento de cada bioma, de suas riquezas, de seus significados e importância para a vida no planeta, particularmente para o povo brasileiro, conhecendo melhor e “nos comprometendo com as populações originárias, reconhecendo seus direitos, sua pertença ao povo brasileiro, respeitando sua história, suas culturas, seus territórios e seu modo de viver”.

Uma das grandes metas da campanha agora em 2017, é reforçar o compromisso com a biodiversidade, os solos, as águas, nossas paisagens e o clima variado e rico que abrange o chamado território brasileiro. O lema é “Cultivar e guardar a criação” (Gênesis 2,15).

Os biomas presentes no Estado do Maranhão são Amazônia, Cerrado e Caatinga. A Igreja Católica, presente no território brasileiro, sempre está atenta aos sinais dos tempos, na sua ação evangelizadora. A Campanha da Fraternidade tem contribuído muito e, desde 1979, a Igreja tem se voltado para as situações existenciais do nosso povo e abordado temáticas socioambientais.

A Campanha da Fraternidade também realiza a Coleta da Solidariedade, que acontece no Domingo de Ramos. O dinheiro das missas levantado nesse dia é dividido entre o Fundo Diocesano de Solidariedade e o Fundo Nacional de Solidariedade.

Comunidade
No domingo, 5 de março, a Campanha da Fraternidade 2017 vai ser lançada nas paróquias, na microrregionais: Santa Cruz (8h), Nossa Senhora de Fátima (9h) e Santa Rita (17h).

Raimundo Primeiro
Publicidade

Publicidade