Vídeos: terror em Berlim e na Turquia

Publicidade
Andrei Karlov, embaixador russo na Turquia, morreu, esta segunda-feira, em Ancara, na sequência de um ataque à mão armada.

O incidente ocorreu durante um discurso do diplomata numa exposição fotográfica, no Centro de Arte Contemporâneo em Çankaya, centro da capital. Pelo menos três pessoas acabaram feridas no ataque.

O atacante já foi identificado. Trata-se de um agente das forças antimotim, de 22 anos. De acordo com a AFP, que cita uma testemunha que se encontrava no local, o homem terá falado em vingança por Alepo, alvo de ataques aéreos russos no quadro do conflito sírio.

Os media turcos informaram que o atacante foi “neutralizado” pelas forças policiais.

O ataque acontece na véspera de uma reunião, em Moscovo, entre os chefes da diplomacia da Rússia, Irão e Turquia para discutir um cessar-fogo na cidade de Alepo, no norte da Síria.

Recorde-se, ainda, que a guerra na Síria, onde se jogam diferentes conflitos de interesse a nível regional, ficou marcada por tensões entre Ancara e Moscovo.

Os ataques levados a cabo por forças Russas em Alepo provocaram protestos a nível internacional.




O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, já ligou ao homólogo russo, Vladimir Putin, para adiantar detalhes sobre o atentado.

Os Estados Unidos também já reagiram e condenaram o ataque. As Nações Unidas disseram que não há qualquer justificação para um ataque contra um diplomata.

O Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, enviou uma mensagem de condolências Putin e condenou o “ato de violência inaceitável contra um representante diplomático, que por função é um agente do diálogo”.

“Ao tomar conhecimento do trágico atentado hoje contra o embaixador da Federação da Rússia em Ancara, quero expressar a vossa excelência, em meu nome e em nome dos portugueses, as mais sentidas condolências”, escreveu o Presidente português, na mensagem enviada ao homólogo russo.

Andrei Karlov, nasceu em 1954, tinha 62 anos. Foi nomeado para o cargo em Ancara, em julho de 2013.

Euronews

Berlim: Pelo menos nove mortos em ataque


A polícia de Berlim confirmou a *morte de pelo menos nove pessoas* e mais de *cinquenta feridos* quando um camião entrou num Mercado de Natal da capital alemã.

O incidente ocorreu às 20:15 locais na *_Breitscheidplatz_*, quando um veículo pesado saiu da estrada e entrou na zona pedonal.

O veículo terá acabado por chocar contra um *pinheiro de natal* no *centro do mercado*.

Entretanto, a praça e as estradas adjacentes foram *cortadas* ao trânsito.


Publicidade