Organizações comemoram criação da UemaSul‏

Publicidade
Educadores e organizações da sociedade civil manifestaram agradecimento ao Governo do Maranhão pela proposta de criação da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UemaSul). O projeto de lei que propõe a regionalização da universidade estadual, de autoria do governador Flávio Dino, será apreciado pela Assembleia Legislativa.

Entre as entidades educacionais que comemoram a UemaSul, estão a Unidade Regional de Educação de Imperatriz (UREI) e o núcleo de Imperatriz da Associação de Diretores e Trabalhadores das Escolas Públicas do Maranhão. Organizações da sociedade civil, como a Academia Imperatrizense de Letras, o Sindicato Rural de Imperatriz e a Associação de Pastores Evangélicos de Imperatriz também apoiam a iniciativa.

“A regionalização da universidade é a concretização de um antigo sonho dos imperatrizenses, uma vez que terá autonomia administrativa e orçamentária, rompendo definitivamente com a dependência da capital”, disse a gestora regional de Educação de Imperatriz, Orleane Evangelista de Santana. Segundo ela, a regionalização irá acelerar o desenvolvimento da região, com a criação de cursos de graduação e pós-graduação voltados às necessidades locais.

“É de suma importância para nossa região, uma universidade com total autonomia e que atenderá aos anseios de toda a população tocantina”, frisou o presidente do Sindicato Rural de Imperatriz, Renato José Nogueira Pereira.

“Além de atender a antigos anseios da população regional por ensino superior público de qualidade, a implementação dessa medida promoverá o desenvolvimento científico, cultural e socioeconômico do município e região”, ressaltou o presidente da Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII), Hélio Rodrigues Araújo.

O projeto de lei de autoria do governador Flávio Dino, que propõe a criação da Uemasul, foi encaminhado à apreciação da Assembleia Legislativa do Maranhão no último dia 26. A proposta é parte do projeto de regionalização do ensino superior no estado, e prevê autonomia na gestão e aplicação dos recursos.

Carolina Mello
Publicidade