Na TV, Ildão divide liderança com Rosângela

Publicidade
Hoje, o horário eleitoral gratuito terminou com empate técnico para a primeira posição. O candidato e ex-prefeito de Imperatriz, Ildão Marques que tem uma excelente entonação de voz, e sabiamente compara a época de quando foi interventor estadual, no já distante ano de 1995 quando a treva dominava a cidade que culminou com o episódio conhecido como a Revolução de Janeiro, quando populares tomaram a Câmara e a Prefeitura e obrigaram o governo do Estado a decretar intervenção estadual. Neste segundo programa, apareceram as libras.

Acompanhe a crítica do programa eleitora da sexta, 26
Rosângela larga na frente no Horário Eleitoral

Rosângela Curado do PDT tem, disparado, programa melhor produzido e mais bem elaborado. Porém, ela tem dificuldade ma voz. Do primeiro e de algumas inserções, deixou mais lenta a entonação que nem sempre passa a calma, a segurança, a 'boa' flegma para o telespectador. O mesmo problema de Miguel Arraes, mito da política pernambucana e brasileira. A solução encontrada é deixar que outros expliquem suas propostas, parece que começou a funcionar.

O delegado Assis Ramos caiu para a terceira posição, considerando a regata de ontem. Continua sem tempero e o recorte da imagem saiu péssimo. Um contorno branco sobre suas orelhas prejudicou a imagem do peemedebista.

Ribinha Cunha
Clique na imagem para assistir noutra janela a propaganda de Ribinha Cunha. Foto: Jesnem Moraes
Ribinha Cunha do PSC abriu o programa de forma fantástica, usou do movimento, depois o depoimento de um astro local de uma Companhia de Teatro, estava indo tudo muito bem quando de repente uma obra de ficção adentrou programa adentro. Encerrou partindo de uma caminhoneta para outras cidades onde vai explicar como administrar para dar resultados. Com a internet, a proximidade das comunicações, e a agenda divulgada diariamente dá para perceber que a 'viagem' é de 'mentirinha'. Um risco que não precisava correr.

Sandro Ricardo repetiu o bom programa sobre mobilidade urbana e Sanches, finalmente, falou e disse.





Nas redes sociais, Ildão privilegiou o Youtube e Rosângela, o Facebook. Até ontem à noite, a pedetista levava vantagem pelo tipo de plataforma que escolheu, mais acessível a celulares ou smartphones de 'baixa velocidade'.

Frederico Luiz
Publicidade