Corrupção? Tô Fora! Veja quem venceu o concurso

Publicidade

Estudantes comemoram vitória em concurso de redação e desenho

Estudantes das Unidades de Educação Básica (U.E.B.) Rubem Teixeira Goulart (Cohab) e Senador Miguel Lins (Alemanha) comemoraram o resultado do concurso de redação e desenho "Corrupção? Tô fora!". O concurso foi promovido pela Prefeitura de São Luís, por meio da Controladoria Geral do Município (CGM) entre os estudantes do 6º e do 9º ano de seis escolas da rede municipal. A atividade integrou a programação alusiva ao Dia Internacional de Combate à Corrupção, celebrado no dia 9 de dezembro.

Os vencedores da competição foram oficialmente anunciados durante a abertura do I Seminário Municipal de Transparência e Combate à Corrupção, realizado no Teatro da Cidade de São Luís. No concurso de desenho, o 3º lugar foi conquistado pela estudante Brenda Costa Silva, da U.E.B. Rubem Goulart. Em 2º lugar, ficou Ivana Ferreira Alves, da U.E.B. Senador Miguel Lins. O primeiro lugar do pódio ficou para a estudante Keyla Cristine Freitas Maranhão, também da U.E.B. Rubem Goulart. Já no concurso de desenho, foram vencedores os estudantes Danielle Teixeira Lima (3º lugar), Desyane Ferreira Ribeiro (2º lugar) e Ítallo Raphael França Pimentel (1º lugar). A categoria desenho foi direcionada aos estudantes do 6º ano e a categoria redação, para os alunos de 9º ano. A avaliação dos trabalhos foi feita por equipes da CGM e da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

Acompanhado da primeira-dama Camila Holanda, o prefeito Edivaldo elogiou o desempenho dos estudantes. "A Prefeitura tem grande prazer em parabenizar o esforço e o engajamento de nossos alunos nesta atividade. Por meio deste concurso de redação e desenho, valorizamos o potencial dos nossos adolescentes e os incentivamos a refletir sobre os temas importantes do nosso tempo, tornando-se cidadãos ativos em nossa sociedade e expondo seus pontos de vista", disse o prefeito Edivaldo.

Presente ao evento, o secretário municipal de Educação, Geraldo Castro Sobrinho, também parabenizou os estudantes e os educadores que orientaram a confecção dos trabalhos. "Os resultados positivos que nossos estudantes conquistaram ao longo deste ano letivo é reflexo também dos esforços empreendidos pelos professores e gestores escolares, que têm desenvolvido um trabalho de qualidade. Em meio aos desafios do dia a dia, conquistas como essas representam grande alegria e nos dão a certeza de que estamos no caminho certo", comemorou o titular da Semed.

Emoção

Assim que soube do resultado, Assunção Malheiros, gestora da U.E.B. Senador Miguel Lins, correu para a sala de aula dos vencedores para contar a novidade. "Eles ficaram sem reação. Eu não contive as lágrimas, e alguns deles também. Todo mundo começou a aplaudir e dar os parabéns. Foram muitos gritos de alegria", recordou Assunção.

Ítallo Raphael, de 12 anos, 1º colocado na categoria Desenho, tem afinidade com a arte desde os 4 anos. Atualmente, além de estudar, Ítallo diz que faz um curso de pintura em tela. "Gosto de desenhar e pintar, e por isso tenho me dedicado à essa arte, até mesmo nas horas vagas. Não gosto muito de televisão", garantiu. Para confeccionar o desenho vencedor, ele contou com a ajuda da mãe, que o incentivou a pesquisar sobre o tema. "Lemos e pesquisamos juntos para que ele tivesse ideias do que poderia desenhar. Mas nunca passou pela minha cabeça que ele tiraria o primeiro lugar. Estou muito feliz com o resultado", contou Leodessandra França, mãe de Ítallo.

Keyla Cristine Freitas Maranhão, de 15 anos, vencedora da categoria Redação, abordou a corrupção praticada no dia a dia. "Eu quis mostrar que a corrupção não está ligada só à política, mas acontece também nas transgressões das leis de trânsito, nos subornos, quando furamos fila e outras situações que o cidadão comum presencia. Destaquei que as crianças e jovens precisam ser ensinados para influenciar positivamente as futuras gerações. Assim a corrupção pode ter um fim", explicou a estudante.

O controlador-geral do município, Délcio Rodrigues, também destacou o engajamento dos adolescentes. "Tivemos um bom nível de participação dos estudantes e diversos trabalhos de alto nível. É muito importante que os adolescentes da nossa cidade participem deste debate e reflitam sobre a temática da corrupção. Assim, eles se tornarão cidadãos vigilantes, protagonistas das decisões da sociedade e conscientes dos rumos do país", destacou o controlador-geral.

Carolina Nahuz
Publicidade