Ziraldo e suas belíssimas mulheres

Publicidade
Ziraldo
Redação

Imperatriz, MA. Nesta madrugada, Ziraldo concedeu entrevista ao Programa do Jô na TV Globo e entre outros temas tratou da exposição Mulheres de Ziraldo, encerrada no sábado da semana passada, 29 de novembro no Rio de Janeiro.

Agora, as telas seguem para São Paulo. Para quem perdeu ou quer rever a beleza dos quadros segue texto da Galeria apresentando a exposição e mais abaixo e ao lado o resultado das mãos e do cérebro deste gênio:

Não esqueça de clicar nas imagens para ampliar e ganhar nitidez.

Boa diversão.

Galeria Scenarium expõe as musas de Ziraldo


Maria Gessy, Galeria Scenarium

Dono de um vigor absoluto e de uma criatividade sem limites, Ziraldo vem desenvolvendo, nesses últimos anos, mais uma expressão do seu múltiplo talento: a pintura em tela grande.Depois da série Os Zeróis é a vez das Mulheres do Ziraldo. Mulheres, tema recorrente em sua obra, alcança, nos quinze quadros dessa exposição, seu momento de máximo requinte.

Da visão privilegiada do mar de Ipanema, em dia de sol, às ensimesmadas Demoiselles de Sauneleblon, Ziraldo percorre uma geografia amorosa e pessoal do corpo feminino no auge de sua beleza e esplendor. Da natureza tropical, o artista capta a luz, os tons, as formas sinuosas, opulentas, provocantes dos corpos em festa, apoteose dos sentidos em ritmo e ritual pagão.

Ziraldo

A Praia de Ipanema é a livre passarela da mulher carioca no seu ir e vir num doce balanço caminho do mar. Alegria em tela. Criador e criatura se fundem e se confundem no mesmo culto ao ensolarado e luminoso verão. Amador da vida e da beleza feminina, sensualíssimo observador e usufruidor de suas formas, posições, movimentos, Ziraldo guardou na sua memória sensorial e afetiva momentos para ele emblemáticos como o da famosa atriz francesa que se debruça na janela oferecendo à observação de todos o seu perfeito derriere.

Nas mãos experientes e sábias do artista virou obra de arte. Assim como transformou em arte a sedutora imagem do calendário, marco inicial do pulo, sem rede de segurança, do anonimato de uma mulher para o posto de deusa americana do sex-apeal. As Três Graças de Rafael e as Demoiselles d’Avignon, de Picasso ganham leitura atualizadas e localizadas no território livre de Ipanema e Leblon. A observação dos quadros aqui expostos, além da genialidade inconfundível do traço do artista, nos remete por indução ao momento em que a ideia se esboça na tela em pleno êxtase criativo. Uma celebração à beleza, à alegria, à vida. A exposição recebeu o público de 14 de outubro à 29 de novembro com Entrada franca.

ZiraldoZiraldo

ZiraldoZiraldo
Publicidade

Publicidade