Pense PB encerra 2017 com debate do Poder Judiciário

Publicidade
A vice-governadora Lígia Feliciano participou, na noite desta quinta-feira (30), no Espaço Cultural José Lins do Rego, da oitava edição do Pense PB – Ciclo de Debates Contemporâneos da Paraíba. Desta vez, a palestra teve como tema “Poder Judiciário, sociedade e democracia: por um novo equilíbrio da cidadania”, ministrada pela juíza titular da 7ª Vara Criminal de Nova Iguaçu/Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Cristiana de Faria Cordeiro, com mediação do juiz Marcos Coelho de Salles. As próximas palestras do projeto acontecerão ao longo de 2018.

Lígia destacou a importância do Pense PB, como ferramenta de conscientização da sociedade paraibana. “O evento agrega muito conhecimento, abre a mente das pessoas, fazendo com que descubra em cada palestra uma nova visão de mundo. O Estado e o público que participou das palestras deste ano ganharam muito”, afirmou.

Durante a palestra, a juíza Cristiana Cordeiro debateu sobre as dimensões e o agravamento da crise institucional do país. Apontando a falta de confiabilidade do povo para com as instituições.

“Temos que pensar em um judiciário menos hermético, fechado, menos encastelado. E ponderar sobre o que está acontecendo para que as pessoas desacreditem nas instituições. Penso que isso acontece porque vivemos uma fase em que há uma demanda de transformações. Se as pessoas têm pouca confiabilidade no Poder Judiciário, no Ministério Público e Poderes Executivo e Legislativo, temos que questionar se as pessoas têm razão de confiar pouco e o que fazer para mudar isso”, explicou.

Para ela, o Pense PB é uma ferramenta importante na construção de um pensamento democrático e até mesmo inédita. Por disponibilizar palestras para a sociedade de maneira gratuita, sendo de iniciativa de um Governo do Estado.

Surpresa no Pense PB

“Fiquei muito surpresa com a qualidade do evento, expositores que já participaram. Eu posso até dizer que o Governo da Paraíba é inédito nesta ação. Precisa-se acabar com a história que o Nordeste é periferia. Temos aqui um mundo de coisas acontecendo de ponta e eu considero esse evento como tal. O Pense PB democratiza o conhecimento, proporcionando isto gratuitamente e aberto ao público”, disse.

paraiba.pb.gov.br
Publicidade