-->

Eduardo de 12 anos tomba em nome do pai e do tio no RS

Publicidade
Gustavo Enemann, Diário de Canoas

Novo Hamburgo, RS. Conforme o titular da Delegacia de Homicídios de Novo Hamburgo, Enizaldo Plentz, uma desavença criada no Presídio Central e disputas por tráfico de drogas são os principais motivos do crime, que vitimou Eduardo Roberto de Lima Santos, 12 anos, na noite deste domingo, em uma pizzaria, na Rua La Paz, no bairro Santo Afonso, em Novo Hamburgo.

Pizzaria
Nesta pizzaria em Novo Hamburgo, morreu adolescente de 12 anos
Segundo Plentz, o pai de Eduardo, Marcio Roberto dos Santos, 31, mais conhecido por Leco, que também ficou ferido na ação, havia saído do Central há cerca de dois meses, onde estava preso por questões ligadas ao tráfico. O delegado afirmou que Marcio já identificou os dois possíveis suspeitos do crime, e que seriam seus ex-colegas de prisão.

De acordo com o delegado, o tio do menino morto no estabelecimento, Luciano Ferreira dos Santos, que também era alvo dos suspeitos, já teria sofrido ameaças dos criminosos. "Um dos atiradores já foi identificado. Ele já responde por outro homicídio e há poucas semanas havia sido preso por porte ilegal de arma de fogo", afirmou Plentz. O delegado disse que o segundo suspeito ainda não foi identificado, mas que o apelido seria "Pretinho".

Prisão preventiva

Segundo o delegado Plentz, como não houve flagrante, o pedido de prisão preventiva dos suspeitos ainda não pode ser decretado. "Vamos aguardar a realização de alguns exames, entre eles o resultado necrópsia, para sustentar o pedido de preventiva", destacou.
Advertisemen