Roseana Sarney tem obrigação de se pronunciar nesta quinta-feira

Publicidade
John Cutrim

A governadora Roseana Sarney tem a obrigação de convocar uma coletiva, nesta quinta-feira, para anunciar medidas que possam dá respostas à criminalidade desenfreada e a bandidagem incontrolável instalada em nossa cidade.

A governadora tem que se pronunciar, sair do comodismo perante a situação desesperadora e, urgentemente, pedir ajuda. Deve deixar o orgulho de lado em face da incompetência da sua gestão e recorrer a quem possa de fato resolver ao pandemônio criado. Vidas estão sendo ceifadas; famílias sendo esfaceladas, a sociedade, enfim, arruinada pela criminalidade. São assaltos, homicídios, sequestros, estupros, e atrocidades brutais de todos os tipos, praticados por meliantes a toda hora e em qualquer local de São Luís e do interior do estado, sem que haja uma resposta repressiva do governo e autoridades competentes. Falta pulso a Roseana. É hora dela declarar estado de emergência na segurança pública. O governo federal tem que intervir no Maranhão (Força Nacional, Exército…).

Direto da Aldeia publicou sobre Rebelião:
Maranhão sem lei: Rebelião em Pedrinhas e ônibus queimados nos bairros
Mais mortes em Pedrinhas: 13 detentos são assassinados (Fotos)

Com as mortes ocorridas nesta quarta-feira no complexo penitenciário de Pedrinhas (até agora 13 mortos e 23 feridos) – em mais uma rebelião decorrente do confronto de facções criminosas -, os incêndios praticados a ônibus – com humilhações e agressões a passageiros – e assaltos praticados por toda a cidade, não dá mais para aguentar sem reagir a esse descalabro, foi o estopim. Chegamos ao limite. Famílias estão refugidas, tensas, angustiadas, aprisionadas em casa. Pânico e terror disseminado na população como nunca antes visto. Tormento e densas trevas na cabeça dos maranhenses.

Direto da Aldeia informa: Twitter reage com bom humor ao clima de terror
Gente, promoção de colete em para São Luis, 60% de desconto. Vendas no Renascença. Já já mais promoções


Tutor responsável por garantir a segurança do cidadão, o Governo do Estado, sob a condução de Roseana Sarney, já provou que não tem condições mais de conduzi-la. É falho sob todos os aspectos. A população está a mercê dos bandidos. Nunca os índices de roubos, arrastões e homicídios foram tão elevados no nosso Estado. São delitos de todos os tipos que ocorrem a todo instante. Temos o menor efetivo de policiais do País. Não vemos investimentos suficientes sendo aplicados a fim de reverter esse quadro alarmante, a não ser discursos retóricos/desculpas esfarrapadas das desacreditadas autoridades estaduais, dos quais a população já está cansada. E não acredita mais.

Ante a inoperância do aparelho de segurança do estado, urge nesse momento que todos os segmentos e esferas de poder unam-se no combate a essa epidemia de criminalidade que prolifera. É hora dos poderes e sociedade se reunirem e, juntos, enfrentar de frente com as armas necessárias a bandidagem de quadrilhas, máfias, bondes.

É hora de darmos as mãos, independente de ideologia, crença partidária e pensamento religioso. Se não houver, urgentemente, esse pacto, daqui uns tempos os homens de bem e trabalhadores desse estado não poderão mais sair. Os bandidos estarão nas ruas soltos e nós, no lugar deles, presos em casa. Se a governadora não quiser mais governar, melhor renunciar. Chega!

Nota do editor da Aldeia: Postagem no perfil do Facebook pede muita calma nesta hora!
Faustino Garcez Garcez PESSOAL, CALMA NADA DE HISTERISMOS, A NOSSA GOVERNADORA FAZENDO SEU MELHOR GOVERNO, ESTA DEBRUÇADA EM CIMA DO PROJETO DE UMA "FABRICA DE FOGUETES NUCLEAR" PARA EXPORTAR PARA A CHINA E O SECRETÁRIO DE SEGURANÇA PUBLICA FAZENDO CAMPANHA POLITICA NOS INTERIORES...... ESTAS MORTES E VIOLÊNCIA EM SL E INTERIORES SÃO APENAS DETALHES PEQUENINHOS, NÃO DÁ PRA GOVERNADORA DA SATISFAÇÃO AO POVO DO MARANHÃO. O IMPORTANTE É JOGAR NO JORNAL DA MIRANTE QUE O PREFEITO NÃO PAGOU AS ESCOLAS COMUNITÁRIAS, TIRANDO O FOCO DAS MAZELAS MAIS SÉRIAS DO NOSSO ESTADO, DE MAIS A MAIS TEM AS CANETAS E OS BLOGS ADESTRADOS PARA DISTORCER OS FATOS.
Advertisemen