-->

Amante de Bruno confirma ida ao motel em Contagem

Publicidade
Fernanda Gomes Castro, amante do goleiro Bruno, prestou depoimento na tarde desta terça-feira na sede do Departamento de Investigação de Homicídios, em Belo Horizonte. Mesmo orientada pelo advogado Ércio Quaresma a não falar, a loira respondeu algumas questões, como por exemplo, que esteve com Bruno no Motel Palace, em Contagem, no dia 6 de junho.

Apesar de ter admitido a ida ao motel, Fernanda negou que tenha visto Eliza, ao contrário do que disseram o primo do goleiro Sérgio Sales, o caseiro Elenílson Vítor e o menor, quando prestaram depoimentos. Os três afirmaram que a mulher estava junto com a mãe do suposto filho do jogador no sítio. A loira admitiu ter tomado conta do bebê de quatro meses, na noite de 4 para 5 de junho, na casa do goleiro, no Recreio, a pedido de Macarrão. Essa afirmação bate com a versão contada pelo menor que, junto com o braço-direito do goleiro, disse ter levado Bruninho para casa de Bruno, onde Fernanda estaria com o rosto tampado para Eliza não reconhecê-la.

Com as declarações, Fernanda poderá ser indiciada por participação no suposto sequestro. Ela contou aos policiais que foi para Minas Gerais na noite do dia 5 de junho, acompanhada de Bruno, logo depois o jogo do Flamengo, no Maracanã. Fernanda revelou ainda que os dois teriam usado uma BMW X5, emprestada pelo goleiro reserva do rubro-negro, Paulo Victor. Porém, segundo as investigações da polícia, o carro emprestado pelo jogador do Flamengo, no entanto, teria sido uma EcoSport dourada.

FONTE: SRZD

Links relacionados:

Caso Bruno: namorada desaparecida fazia pornô
Polícia caça goleiro Bruno, esposa já está presa
Advertisemen