-->

Os últimos "posts" de Walter Rodrigues

Publicidade

Abaixo, os últimos "posts" de Walter Rodrigues, ontem mesmo, antes do infarto fulminante.

Bolsa Família não vicia

Uma pesquisa de órgão vinculado ao PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) conclui que o Bolsa Família de Lula não causa “dependência”, ou seja, não transforma seus beneficiários em preguiçosos ou pessoas sem iniciativa ou impulso para o progresso.
Veja aqui.

Dilma e a 'cooperativa'

Dilma passou de Serra também na pesquisa Sensus, que assim confirma a Vox Populi. Mas isso não quer dizer ainda vitória no primeiro turno. Marina, a verde, exibe 7 por cento. Dilma tem pela frente uma “cooperativa de candidatos”, à moda maranhense.

PT nacional decide o Maranhão

A direção nacional do Partido dos Trabalhadores confirmou nesta segunda (17) que avocou para si a decisão sobre a “tática eleitoral” do PT no Maranhão. Com isso, está cancelado o encontro estadual marcado para o próximo fim de semana.

José Eduardo Dutra, presidente nacional do PT, anunciou o cancelamento após receber em Brasília manifesto assinado por 99 delegados, a maioria da seção maranhense, a favor da proposta de coligação com o PMDB de Roseana Sarney. É o que desejam Lula, Dilma Rousseff, J.E Dutra, José Dirceu e outros capas pretas do partido do Governo.

O encontro estadual foi cancelado para evitar que a ala anti-Sarney, favorável a uma coligação com o PCdoB de Flávio Dino, promova tumultos e cumpra a ameaça de reagir com violência a um resultado desfavorável. Em repetidas declarações na mídia, Domingos Dutra, líder dos dissidentes, advertiu que “vai morrer gente” se sua tese for derrotada. Ele defende a homologação do resultado obtido em março, quando um encontro estadual decidiu pela aliança com o PCdoB, por 87 a 85 votos, com três abstenções. A cúpula nacional partidária não homologou a decisão, até hoje está pendente do julgamento de recurso contra suposta irregularidade no processo eleitoral.

Em reunião festiva com os delegados petistas, Roseana comprometeu-se com três exigências do manifesto dos 99: admitir um vice-candidato do PT, incluir teses petistas no seu programa de governo e aceitar a participação do partido na coordenação da campanha.
Advertisemen