-->

Uema permanece em greve

Publicidade
Os técnicos administrativos da Universidade Estadual do Maranhão (Uema) já estão em greve há 27 dias, em razão da não aprovação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) dos servidores. A categoria afirmou que o governo tem sido intransigente, quando insiste em não recebê-los; além de não aprovar uma proposta que ele mesmo criou. Os municípios de Caxias, Bacabal e Imperatriz também paralisaram suas atividades; porém, o movimento também conta com a adesão de todos os setores da universidade, em solidariedade à categoria, mantendo apenas os serviços essenciais funcionando.

Mais na edição eletrônica do JP
Advertisemen