-->

Mais um passo para ZPE

Publicidade
Imperatriz será sede de uma Zona de Processamento de Exportação, pelo menos é a vontade do relator da Comissão que trata do assunto, deputado federal Jurandil Juarez (PMDB-AP).

Ele recomendou a aprovação do projeto com o argumento de que as ZPEs atraem investimentos estrangeiros para uma determinada região e aumentam a competitividade dos produtos nacionais. Segundo ele, a escolha de Imperatriz foi acertada porque o município é o centro econômico do sudoeste do Maranhão, do norte de Tocantins e do sul do Pará e é cortado pela rodovia Belém-Brasília e pela Ferrovia Norte-Sul.

Juarez também lembrou que o Maranhão é um dos estados mais pobres do país, o que atende à exigência legal de instalação de ZPEs em regiões menos desenvolvidas. “As ZPEs podem desempenhar um papel importante na dinamização das atividades econômicas de regiões cujo potencial necessita de estímulos específicos, como é o caso de Imperatriz”, disse Juarez.
Advertisemen