-->

Deu no Blogue de Elson Araujo

Publicidade
Ministério da Saúde quer novas UTIS funcionando em dez dias

Nem os 30 dias dados pelo Governo do Estado para duplicar as UTIS neonatal , nem os 60 dados pela Prefeitura para instalar as dez UTIS infantil, técnicos enviados pelo Ministério da Saúde anunciaram ontem, uma operação de emergência para em , no máximo dez dias, por em funcionamento dez unidades de Terapia Intensiva, sendo metade infantil e metade neonatal.

O anúncio foi feito ontem pela manhã no auditório da Fundação Nacional de Saúde –Funasa durante reunião com o prefeito Madeira, a secretaria de Saúde Conceição Madeira, o gestor regional de saúde Rênio Pereira, o diretor do Hospital Materno Infantil Clidenor Sansão, o secretário de articulação do Sul do Maranhão Ademar Freitas, técnicos da saúde municipal, João Marcelo Trovão e Aline Pires, representando o Ministério Público Estadual, Flaubert Martins, representando o Ministério Publico Federal e uma delegação enviada pela Secretaria de Estado da Saúde.

Os representantes do Ministério da Saúde Claudio Brasil, Anderson Fagundes, Maurício Vianna e Karla Larica desembarcaram no inicio da tarde de quarta-feira e do Aeroporto foram à Secretaria Municipal de Saúde onde participaram de sucessivas reuniões com a equipe da Prefeitura e do Governo do Estado.
O objetivo inicial foi montar um diagnostico da situação e anunciar medidas a serem tomadas face a ausência de leitos de UTI em número suficiente para atender principalmente “a população infantil e neonatal” o que tem ocasionado, desde 2002, sucessivas mortes de crianças na fila à espera de vaga nesses equipamentos de sobrevivência.

Esse ano já ocorreram pelo menos 17 óbitos desse total apenas quatro residiam em Imperatriz, as demais vieram de outros municípios.

O pessoal do ministro Temporão saúde disse que o Ministério vai financiar, imediatamente, a compra, ou aluguel dos equipamentos para as UTIS sendo necessário apenas que haja a disponibilidade de local. “ A situação posta é de emergência, portanto, vamos agir emergencialmente” disse um representante do Ministério da Saúde.
A Prefeitura e o Governo do Estado responderam que dispõe do local para essa operação de emergência enquanto se preparam para a instalação definitiva das UTIS. O Regional Materno Infantil se prepara para dobrar em 30 dias, o número de UTIS Neonatal que hoje é de 29, já o Hospital Municipal já entrou em obras para instalação de 12 UTIS Infantil com recursos do Governo do Estado.
Advertisemen