Saúde tem receita, diz pré-candidato ao senado

Publicidade
O deputado federal Weverton (PDT) afirmou na manhã desta segunda-feira, 18, que a receita que o Maranhão encontrou para enfrentar a crise econômica brasileira foi a parceria do Governo do Estado com deputados federais e estaduais, prefeitos e vereadores. “Ao unir as forças de todos os poderes, é possível centralizar as prioridades em cada área, como a saúde, em que foram abertos vários hospitais de alta e média complexidades e oferecido auxílio para que os municípios custeiem as melhorias físicas, o atendimento e o aparelhamento do setor, como no caso das ambulâncias”, acrescentou o parlamentar, que é pre-candidato ao senado, após participar da entrega de ambulâncias a 20 municípios do estado.

Nesta etapa foram entregues ambulâncias, com investimento de R$ 160 mil por cada unidade entregue. Os equipamentos podem ser utilizados como Unidade Básica ou Unidade de Suporte Avançado (USA) e suas estruturas são adequadas para o transporte de pacientes, contando com duas macas, duas pranchas, um umidificador, cadeira de rodas, cilindro e bala de transporte para oxigênio. Ao todo já foram entregues 132 ambulâncias este ano.

Receita: 100% Saúde

Em outubro, durante uma reunião da Bancada Federal com mais de 100 prefeitos, Weverton anunciou que destinaria suas emendas individuais ao Orçamento da União de 2018 para o custeio de saúde municipal. “A maioria dos deputados federais indicou suas emendas à saúde do Estado e dos municípios e, com isso, todo mundo faz a sua parte”, disse o deputado. “Somando tudo a gente vai conseguir apoiar ainda mais os municípios que estão em dificuldades”, concluiu.

As demandas como o aumento de repasses para a saúde e a educação foram demandas apresentadas pelos prefeitos durante o encontro com os deputados federais em Brasília. Eles levantaram a questão da desproporcionalidade entre o aumento dos serviços prestados pelos municípios nestas áreas e os recursos destinados pelo governo federal.

Fred Cunha
Publicidade