Leci Brandão no Réveillon de Todos

Publicidade
Leci Brandão trará o bom e animado samba de raiz ao Maranhão em apresentação que fará no Réveillon em São Luís, organizado pelo Governo do Estado. Homenageando artistas maranhenses como a saudosa Tété do Cacuriá e Alcione, a sambista promete relembrar muitos sucessos gravados por ela na década de 80.

“Tenho um carinho enorme pelo Maranhão. Somos artistas simples e populares, sem mistérios. Levaremos muita alegria para as pessoas. Vou cantar os principais sucessos. Vou fazer homenagens dos meus sambas dos anos 80”, conta Leci.

Na lista de músicas que cantará no show, Leci destaca 'Bate o Tambor', composição criada em São Luís quando participava de uma das apresentações de Dona Teté. “Foi uma grande inspiração que a cidade me deu, dentro do contexto da rica cultura que se tem. É muita diversidade, que vai do Bumba Meu Boi à dança do cacuriá, o que rende muita história para quem visita”, comenta a artista, que promete cantar, também, a música Boi de Lágrimas.

Além da música produzida no Maranhão, Leci antecipa uma lista de canções, incluindo ‘Papai vadiou’, ‘As coisas que mamãe me ensinou’, ‘Café com pão’, ‘Só quero te namorar’, ‘Fogueira de uma paixão’ de Arlindo Cruz, ‘Olodum força divina’, ‘Meu Oceano’ do grupo Revelação, ‘Sorriso aberto’ de Jovelina Pérola Negra, ‘Perdoa’ de Xandy de Pilares.

Uma das destacáveis intérpretes de samba da música popular brasileira, Leci é do Rio, mas diz sentir muita conexão com o Maranhão. “Eu sinto uma grande receptividade do povo no Maranhão. Estou muito feliz em poder visitar São Luís nesse momento de passagem de ano. Com tantos problemas no sistema político brasileiro, é bom nos reunirmos para fortalecer a participação do povo em 2018. O Brasil tem que melhorar”, diz.

O evento, organizado pelo Governo do Maranhão, começa no dia 29, seguindo até 31 de dezembro, com a presença de vários outros artistas como o da cantora de reggae Etana e do sambista Péricles, que se apresentarão no Réveillon de Todos.

Leci começou a carreira no início da década de 1970, tornando-se a primeira mulher a participar da ala de compositores da Mangueira. Ao longo de sua carreira, gravou 13 LPs, oito CDs, dois DVDs e três compactos, um total de 26 obras.

Agenda de festa

Como parte da agenda da festa de Réveillon, a Governo do Estado vai organizar, em todos os fins de semana de dezembro, shows na Pracinha da Lagoa, Reserva do Itapiracó, Espigão Costeiro e Praça Maria Firmina.

Dyego Rodrigues



Publicidade