AL: Lula critica Temer por privatizações

Publicidade
A Caravana Lula Pelo Brasil chegou na tarde desta terça-feira (22) ao estado de Alagoas. A cidade de Penedo recebeu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que chegou de barco pelas águas do rio São Francisco, após a passagem de três dias em Sergipe. Ao desembarcar na cidade, Lula fez duras críticas ao atual governo e afirmou que Temer "parece marido que não trabalha e sai vendendo as coisas da casa", ao comentar a intenção do governo federal de privatizar a Eletrobras.

"Quero saber por que os 22 milhões de empregos que criamos hoje são 14 milhões de desempregados. O Temer não sabe governar, o país era respeitado e hoje está avacalhado lá fora", criticou Lula. Para o ex-presidente, a intenção daqueles que tiraram a presidenta eleita Dilma Rousseff é clara. "Eles não querem que eu seja candidato. Mas se eu puder ser eu vou ser pra ganhar as eleições e mostrar pra eles como se governa", disparou.

O ex-presidente também comentou as ameaças à previdência e a política de cortes do governo Temer. "Quero saber porque querem cobrar a crise de quem tem aposentadoria rural. Eles precisam saber que o que a gente gasta com aposentadoria rural é menos do que os R$ 14 bilhões que ele gastou pra se fixar no poder", criticou Lula. A extinção do programa Farmácia Popular também foi condenada pelo ex-presidente. Além disso, apenas em Alagoas, 21 mil famílias perderam o benefício do Bolsa Família recentemente.

Visita ao acampamento do MST

Mais cedo, Lula se despediu de Sergipe com uma passagem pelo assentamento Maria Lindaura Santos, do MST, onde 250 famílias aguardam a regularização das terras. A atividade, na cidade de Japoatã, foi acompanhada por trabalhares rurais, quilombolas e pelo o MPA (Movimento dos Pequenos Agricultores).

Roteiro

A caravana Lula pelo Brasil segue de Penedo para as cidades Arapiraca e Maceió, para depois partir para o estado de Pernambuco.

www.lula.com.br

Publicidade