Segunda edição da campanha Esqueça um Livro

Publicidade
Se encontrar um livro nesta terça-feira (25), que parece ter sido esquecido por alguém, pode levar para ler em casa sem peso na consciência. Ele terá sido esquecido de propósito pelo Clube do Livro de Imperatriz, que realiza pelo segundo ano em Imperatriz a campanha “Esqueça um livro”.

A iniciativa faz parte de uma ação nacional, que elegeu este 25 de julho como dia D. O projeto é realizado em diversas capitais do país onde os adeptos deixam livros em locais públicos para serem "encontrados" por outras pessoas, que lerão e o "esquecerão" em um novo local. Os livros contém um bilhete explicando a campanha e o destino que a obra deve ter.

A ação foi realizada pela primeira vez em Imperatriz no ano passado. Devido ao sucesso, o Clube do Livro de Imperatriz optou por promover novamente a campanha. O encontro será a partir das 8h na Praça Mary de Pinho, onde os membros percorrerão diversos pontos da cidade esquecendo livros.

A ideia de realizar esta campanha surgiu após membros do clube acompanharem matérias e notícias sobre o movimento em outras cidades. “Pesquisando na internet vimos que essa campanha acontece em vários lugares e resolvemos aderir como uma das nossas ações voltadas a incentivar o contato com a literatura”, explica Vanessa de Paula, membro do Clube do Livro.

O objetivo é incentivar a leitura e promover interação com os leitores da cidade. O clube pretende por meio desta iniciativa, formar uma corrente e deste modo proporcionar que os livros cheguem às mãos de mais leitores.

Clube do Livro de Imperatriz

Fundado em outubro de 2014, o clube se reúne mensalmente para discutir obras literárias escolhidas pelos próprios membros. O grupo também promove ações com o objetivo é reunir leitores da cidade e incentivar a leitura.

Entre os livros já lidos pelo grupo destacam-se: O Retrato de Dorian Gray, Morro dos Ventos Uivantes, Orgulho e Preconceito, O diário de Ane Frank, O Grande Gatsby, entre outros.

Hyana Reis
Publicidade

Publicidade