Carlos Brandão reivindica benefícios para municípios

Publicidade
O Maranhão pode ter até 15 municípios incluídos na delimitação da região semiárida da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). A reivindicação para inclusão dos municípios foi feita pelo vice-governador Carlos Brandão, durante a XXI reunião do Condel (Conselho deliberativo da Sudene), que aconteceu nesta quinta, 27, em Recife-PE.

Hoje, nenhuma cidade maranhense é considerada desta região, o que impede acesso facilitado a uma série de benefícios, principalmente a recursos específicos para projetos em fundos como o FDNE – Fundo de desenvolvimento do Nordeste e FNE- Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste. “A resolução do Condel que está sendo aprovada não considera nenhuma cidade maranhense como sendo do semiárido. Mas, pelos critérios adotados, principalmente o índice de aridez, segundo estudos realizados, temos 15 municípios que se enquadram. O que solicitamos é que estes estudos sejam considerados. Será um grande ganho para as cidades”, afirma Carlos Brandão.

A nova resolução aumenta de 1.135 para 1.189 o número de municípios enquadrados na região do semiárido, o que significa 21% das cidades brasileiras. A área, concentra 50% dos 1000 municípios com pior IDH do país. O semiárido brasileiro é o mais populoso do mundo e abriga parte dos biomas da Caatinga, Cerrado e Mata Atlântica.

Além dos representantes dos estados que compõem a região atendida pela Sudene, o encontro contou com a presença dos ministros da Defesa, Raul Jungmann e da Integração Nacional, Hélder Barbalho. A solicitação do Maranhão foi bem recebida e será analisada na próxima reunião do conselho.

WhatsApp

Publicidade