Governo vistoria obras do Hospital Materno Infantil

Publicidade
O Governo do Estado realizou na manhã desta quinta-feira (11) vistoria nas obras do Hospital Materno Infantil, em Imperatriz. As melhorias na unidade de saúde integram o conjunto de ações realizadas pelo poder público estadual para fortalecer a assistência ao público materno-infantil. São responsáveis pela obra as secretarias de Estado da Infraestrutura (Sinfra) e da Saúde (SES). A reforma inclui serviços de recuperação e ampliação do espaço.

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, destacou o investimento na reforma do hospital. "Sabemos da importância dessa unidade, não só para a população de Imperatriz, como de tantos outros municípios e até mesmo de outros estados. Com a ampliação do Materno, estamos investindo em uma estrutura adequada para o atendimento aos cidadãos. É com ações como essa que o Estado vem combatendo os índices negativos na área materno-infantil, oferecendo serviços de qualidade, especialmente às mulheres", enfatizou.

As obras da unidade de saúde contemplam, entre outras intervenções, reestruturação do centro cirúrgico e das salas de parto, com implantação dos quartos PPPs - quartos para pré e pós-parto); readequação da área de acolhimento e classificação de risco com os leitos de observação; aumento dos leitos de UTI Neonatal; adequação das enfermarias; ampliação da área administrativa e do banco de leite.


O secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, também reforçou a importância da reforma da estrutura do hospital. "Esse é um equipamento público na área da saúde que atende pessoas de toda essa região e a reforma do espaço permite melhorar a qualidade da prestação desses serviços. O objetivo é termos um hospital com melhores condições para prestar um atendimento de alta qualidade. Essa é uma determinação do governador Flávio Dino e estamos empenhados para cumprir", ressaltou.

O Materno Infantil de Imperatriz realiza mais de 5 mil atendimentos mensais, com uma média de 600 a 650 partos. A unidade de saúde é a segunda maior maternidade do estado e é referência para 42 municípios da macrorregião e de estados como Tocantins e Pará. Além de atendimento de urgência, o Materno oferece também pré-natal de alto risco, ultrassom, acompanhamento de bebês com microcefalia, curetagem, UTI neonatal e outros serviços.

A diretora geral da unidade, Tassiana Brandão, contou que a reforma da unidade vai promover melhorias no atendimento. "A ampliação da unidade vai favorecer o atendimento, tendo em vista que somos referência para essa macrorregião do estado e recebemos até pacientes de outros estados. É um avanço nos cuidados com esse público e um estímulo para o desenvolvimento das atividades na unidade", enfatizou.

Jéssica Wernz
Publicidade >

Recomendação do Google: