ALL: Flávio Dino prestigia posse de Felipe Camarão

Publicidade
O governador Flávio Dino acompanhou a cerimônia de posse de Felipe Camarão na Academia Ludovicense de Letras (ALL) e como sócio no Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão (IHGM). A solenidade foi realiza na noite de sexta-feira (28) e foi acompanhada por várias autoridades, incluindo o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior. Felipe Camarão exerce atualmente o cargo de secretário de Estado da Educação e o reconhecimento da academia enriquece suas referências para a gestão pública.

“Eu fiz questão de prestigiar esse evento importante para essas duas instituições culturais do nosso estado. O IHGM que tem quase 100 anos, a ALL que continua uma tradição mais que centenária de instituições culturais no nosso estado, agora engrandecidas por essa bela figura humana, por esse intelectual, por esse professor e brilhante secretário de Estado de Educação, que é Felipe Camarão. Compareci aqui, em primeiro lugar como amigo de Felipe, como admirador de sua seriedade, dedicação e competência, mas, também na condição de governador do Estado, para homenagear estas duas casas tão importantes para a cultura, para a arte literária, para a história, a pesquisa e ciência”, pontuou o governador Flávio Dino.

Numa cerimônia cheia de ritos, Felipe Camarão foi conduzido ao salão nobre do Histórico Convento das Mercês, onde funciona a ALL, pelos seus confrades e sócios do IHGM. O salão estava tomado por familiares, amigos e membros da Academia Maranhense de Letras (AML), além de autoridades.

Governador Flávio Dino e prefeito Edivaldo Holanda prestigiam posse de Felipe Camarão na ALL. Foto: Agência de Notícias Maranhão

Felipe Camarão recebe cordão da ALL das mãos da esposa e das filhas. Foto: Agência de Notícias Maranhão

“Sou filho do meu tempo. Um tempo em que o mundo digital cada vez mais ganha espaço, em que as informações são tão rápidas, em que o relógio aparenta correr mais depressa e em que os livros, a arte, a cultura, as letras, a história e as ciências às vezes ficam um pouco de lado em detrimento de outros interesses. Por outro lado, penso que sofro da síndrome que eu mesmo denomino de ‘Meia noite em Paris’ (em homenagem ao belo filme do genial Woody Allen), pois sempre fico pensando, imaginando como os tempos passados foram ou eram melhores que o nosso”, declarou Felipe Camarão em seu discurso de posse como o mais novo imortal da ALL e como sócio no IHGM.

Felipe Camarão destacou a importância profissional desse reconhecimento. “Esse momento representa um ápice, atual, na minha vida acadêmica, profissional, literária. Eu que desde pequeno sempre sonhei em seguir a carreira do magistério, consegui chegar inspirado e apoiado por meus avós e meus pais. Depois sonhei em seguir a carreira literária, escrever artigos, livros. E daí sonhei em conquistar uma vaga nas academias para poder contribuir com a cultura, com a história, com o patrimônio cultural do meu país, do meu estado e da minha cidade. Então, tomar posse nessas duas cadeiras hoje, é muito honroso e me traz muita responsabilidade, também tenho ciência disso. Quero, com muita responsabilidade, muito zelo e respeito, ajudar minha cidade a preservar o seu patrimônio histórico e cultural para as futuras gerações”, destacou.

Na Academia Ludovicense de Letras – denominada ‘Casa Maria Firmina dos Reis’, em memoria à escritora maranhense, negra, nascida em Guimaraes –, Felipe Camarão é o primeiro imortal a ocupar a cadeira de número 24, cujo patrono é o grande intelectual maranhense Viriato Corrêa, que, além de escritor, foi jornalista, dramaturgo e político, nascido em Pirapemas no ano de 1884, e falecido no Rio de Janeiro, em 1967.

No Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão – IHGM, denominado ‘Casa de Antônio Lopes’, em homenagem a um dos seus membros\ fundadores, Antônio Lopes da Cunha –, Felipe Camarão ocupa a cadeira de número 13, que é patroneada por Raimundo Sousa Gaioso, argentino de nascimento, maranhense de coração, que se dedicou a estudar as ‘coisas’ do Maranhão.

“O IHGM está bastante satisfeito com o ingresso desse novo sócio. Felipe Camarão é um jovem professor, mas, já tem grandes serviços prestados pela educação, portanto, nós o recebemos nessa noite memorável com muita satisfação e certeza de que ele irá agregar para as finalidades e os objetivos dessa casa”, destacou Euges Silva de Lima.

Como parte da cerimônia, Felipe Camarão recebeu o colar símbolo da ALL das mãos da esposa Márcia Trajano Jorge Camarão, e das filhas Alice, 6 anos, e Júlia, 3 anos. E das mãos da avó, Teresa Pereira Costa, cheia de orgulho e satisfação, recebeu o ‘Boton da Academia’.

“Felipe, o meu neto, é um menino muito bom! De um coração carregado de bondade, de respeito e de justiça. Sempre muito dedicado em tudo que faz. Para nós é um orgulho muito grande vê-lo conquistando cada vitória, realizando cada sonho. Estamos muito felizes com esse momento”, disse dona Teresa, em nome da família.

Em seu discurso, Felipe Camarão falou da necessidade de preservar o passado para que sirva de referência e norte para o futuro, homenageou os patronos das cadeiras que passou a ocupar, lembrou de nomes importantes na vida dele – amigos, como o governador Flávio Dino; professores, poetas e escritores, como Nauro Machado, de quem lembrou com carinho diante da viúva, professora Arlete Nogueira.

Quando se referiu à família, chorou emocionado, e destacou a longa tradição familiar nas letras, artes, cultura e história na cidade de São Luís, e no estado. Com gratidão e carinho, falou dos avós, dos pais – o médico Phil Camarão, e a professora e mestre Rita Camarão, que não puderam estar presentes. E de forma amorosa se referiu à esposa Márcia e às filhas Alice e Júlia.

“A minha família, para mim, é tudo. Algumas vezes o tempo não permite que eu diga isso com a frequência que precisa ser dito. Por isso, aqui, registro publicamente: vocês são tudo para mim! Dedico essas posses de hoje a toda minha família, inclusive os que estão no plano espiritual”, enfatizou no seu discurso.

“Nós estamos felizes com a chegada de Felipe Camarão a essa casa. Um intelectual com um discurso, realmente acadêmico e rico, e para principalmente, sensível, que tem uma capacidade grandiosa de se emocionar. O mundo das letras precisa de homens e mulheres sensíveis”, disse a presidente da Academia, Dilercy Aragão Adler.

“Estou aqui com muita felicidade e emoção em ter ouvido o discurso de Felipe. Um discurso muito bem feito e coerente, um discurso de acadêmico, de uma pessoa que sabe o que está dizendo, enfim, Felipe é um intelectual, que para mim se revelou nessa noite. A ALL vai ganhar muito com a presença dele”, destacou Benedito Buzzar, presidente da Academia Maranhense de Letras.

Imortal por reconhecimento

Aos 35 anos, o jovem professor do Departamento de Direito da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Felipe Camarão, possui vasta lista de publicações e produções acadêmicas, entre as obras estão: Poderes e limites constitucionais das comissões parlamentares de inquérito; Sistemas Eleitorais Brasileiros; Aplicação do Código de Defesa do Consumidor no comércio eletrônico e os desafios para a sua regulamentação; Direito do Consumidor: uma análise das relações de consumo no Estado do Maranhão (organizador); Sistema eleitoral brasileiro: novas perspectivas, com a coautoria do juiz Roberto Carvalho Veloso, publicado na revista Maranhão Eleitoral; Direito e Instituições Temas Contemporâneos; Inconstitucionalidade Progressiva na Visão do Supremo Tribunal Federal: Uma técnica de efetivação dos direitos fundamentais, publicado em Cadernos da UNDB, Instituição de Ensino Superior da qual está licenciado. Na RDA, revista paulista de Direito Ambiental, também registrou sua passagem na coautoria de “O princípio constitucional da preservação ambiental: A Constituição Ambiental brasileira como sistema aberto de princípios e regras”.

Foi este amplo currículo literário que garantiu a eleição de Felipe Camarão como novo Acadêmico ALL no dia 17 de dezembro do ano passado.

Perfil

Felipe Costa Camarão é formado em Direito pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), é mestre em Direito pela mesma instituição. Aos 23 anos, iniciou sua carreira profissional dirigindo o Procon/MA, pela primeira vez, em 2005, cargo que voltou a ocupar em 2011. Foi aprovado, entre outros, nos concursos públicos para escrivão de Polícia Civil, analista judiciário do TJ/MA e para procurador federal. Entre os cargos ocupados estão: Procurador-chefe da Procuradoria Federal no Maranhão (2008), Procurador-chefe da Procuradoria Federal Especializada junto ao INSS (PFE/INSS) e o de subprocurador-chefe da UFMA. É professor de Direito em cursos de pós-graduação e de graduação da Unidade de Ensino Superior Dom Bosco (UNDB) e da UFMA.

A convite do governador Flávio Dino, no dia 1º de janeiro de 2015 assumiu a Secretaria de Estado da Gestão e Previdência, e, em agosto deste mesmo ano, foi empossado secretário de Estado da Cultura. Aos 35 anos, é secretário de Estado da Educação e presidente da Fundação da Memória Republicana.

Agência de Notícias Maranhão
Publicidade