Twitter pára de contar menções nos 140 caracteres

Publicidade
O Twitter confirmou nesta quinta-feira que está deixando de contar as menções de usuários dentro dos 140 caracteres. O anúncio ocorre depois que a empresa afirmou, há quase um ano, que faria mudanças para que os usuários pudessem aproveitar plenamente o espaço de cada publicação –qualquer elemento complementar ao texto, como fotos, vídeos, pesquisas ou gifs deixaria de ocupar espaço no tuíte. Todos os usuários, por meio da página web da rede social e dos apps para Apple e Android, já podem desfrutar do primeiro passo dessas mudanças.

A partir de agora, a interface do Twitter mostrará acima do texto os nomes de todos os que participam de uma conversa, como se fosse o destinatário de uma mensagem direta, em lugar de dentro do tuíte. O usuário pode clicar em Tuíte sua resposta para ver quem está na conversa e fazer mudanças na lista de respostas, se assim desejar. Isso é feito desmarcando as caixas de seleção no pequeno pop-up que aparece na tela depois de clicar nesse campo. Desse modo, o tuiteiro pode concentrar-se na leitura das mensagens reais, sem ter que anotar primeiro os nomes de usuário.

A nova interface se aproxima do design original da plataforma, pensada inicialmente como um serviço de mensageria pública, uma versão digital dos SMS, que estão limitados a 160 caracteres. A mudança no uso das menções representa o fim de um marco para a rede social que popularizou o símbolo @, que passou a ser utilizado em outras redes, como Facebook, Instagram, Tumblr, Linkedin, Slack e até mesmo o Outlook. Uma questão pendente no Twitter é eliminar a fórmula ".@" para que a menção chegue a todos os seguidores, mas os programadores da rede social afirmam que estão “trabalhando nisso”.

Os dirigentes da empresa dizem que esta atualização “se baseia na retroalimentação dos usuários, na pesquisa e nos testes que foram realizados” e observam que continuarão monitorando o uso e fazendo novas mudanças para melhorar a “experiência geral”.

El País
Publicidade