Quase 100% das praias próprias para o banho

Publicidade
A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema) divulgou, nesta quinta-feira (2), novo laudo de balneabilidade das praias de São Luís e São José de Ribamar, atestando que 20 dos 21 pontos analisados na orla marítima são considerados próprios para banho. A análise é feita semanalmente pelo Laboratório de Análises Ambientais (LAA) da Sema.

Dos pontos monitorados, apenas o localizado na foz do Rio Calhau, na Praia de São Marcos, apresentou índices que não atendem a Resolução do Conselho Estadual de Meio Ambiente (Conama) nº 274/00.

Os investimentos realizados pelo Governo do Estado desde o início de 2015 em saneamento básico começaram a surtir efeito em meados de 2016, o que influenciou diretamente na balneabilidade das praias que, a partir de agosto do ano passado, começaram a apresentar índices microbiológicos aceitáveis.

"Não é um trabalho fácil. Mas continuamos firme e forte para que nossas praias continuem aptas ao banho e que a população possa usufruir sem medo", disse o secretário estadual de Meio Ambiente e Recursos Naturais, Marcelo Coelho.

É oportuno lembrar que a Sema monitora os 21 pontos às quartas-feiras e domingos desde 2015, objetivando assegurar as condições de balneabilidade das praias em estudo. O monitoramento obedece aos padrões fixados na Resolução do Conselho Estadual de Meio Ambiente (Conama) nº 274/00.

Investimentos
Desde o início da atual gestão, a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), está priorizando serviços de manutenção nas Estações Elevatórias de Esgotos (EEE). Outra ação importante é a despoluição dos rios. Esse trabalho foi iniciado em setembro de 2015 com o projeto de despoluição dos Rios Pimenta e Claro. Além disso, uma série de outras ações do Programa ‘Mais Saneamento’ estão em curso, como a construção de mais de 35 novas Estações Elevatórias de Esgoto (EEE), a ampliação das estações do Bacanga e do Jaracati, a implantação de aproximadamente 355 km de redes coletoras e interceptoras, das quais 85 km já foram instaladas.

“São Luís tem 58 Elevatórias de Esgoto que nunca foram reformadas. Licitamos projetos de recuperação de 17 que impactam diretamente as praias. Projetos começam a ser entregues para fazermos as obras. Não obstante, trocamos e implantamos equipamentos emergencialmente em várias”, ressaltou o presidente da Caema, Davi Telles.

Agência Maranhão de Notícias
Publicidade