Mercado espera inflação de 4,15%

Publicidade
Economistas do mercado financeiro reduziram a expectativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), principal medidor da inflação brasileira, pela segunda semana consecutiva, para 2017. A previsão do indicador passou de 4,19%, na última semana, para 4,15%, nesta. Para 2018, a estimativa segue em 4,50% pela 34ª semana seguida.

Em relação à previsão do crescimento econômico, medido pelo Produto Interno Bruto (PIB), os analistas aumentaram em 0,1 ponto percentual, passando de 2,4% para 2,5%, em 2018. De acordo com o Boletim Focus, do Banco Central, divulgado nesta segunda-feira, para este ano, a estimativa se manteve em alta de 0,48%.

A expectativa para a Selic deste ano também se manteve em 9% nesta semana, de acordo com os especialistas do mercado financeiro ouvidos pelo Focus. Para o fim de 2018, passou de 8,75% para 8,50% ao ano. A taxa básica de juros está atualmente em 12,25% ao ano.

A taxa de câmbio para este ano passou de 3,30 reais para 3,29 reais para este ano. Para o fechamento de 2018, a estimativa dos economistas para o dólar se manteve em 3,40 reais pela quarta semana seguida.

Veja
Publicidade

Publicidade