Diego Galdino destaca o resgate do carnaval

Publicidade
O secretário de Estado de Cultura e Turismo do Maranhão (Sectur), Diego Galdino, destacou os acertos do Governo do Maranhão na organização do ‘Carnaval de Todos’, que segundo ele, resgatou a participação dos maranhenses e turistas na festa, além da novidade de realizar programação durante o dia.

Neste ano, os circuitos carnavalescos animaram a cidade com a mistura de ritmos e o tradicional carnaval de rua em diversos pontos da cidade. Grandes nomes da música nacional, como os maranhenses Zeca Baleiro e Tião Carvalho, a paraense Fafá de Belém e o paraibano Chico César comandaram o Bloco do Baleiro, na terça-feira (28) de carnaval, no circuito Beira-Mar.

Um novo espaço do Carnaval de São Luís deste ano, o circuito Beira Mar, reuniu os blocos de trio elétrico, jardineiras e mini trios, em um dos pontos mais bonitos da Grande Ilha, no trecho da Avenida Beira Mar, com vista para o Rio Anil.

Diego Galdino (D), faz balanço do Carnaval de Todos. Foto: @GovernoMA

□ Rádio Timbira - A edição 2017 do ‘Carnaval de Todos’ entra para a história, o que você avalia como o fato principal?
■ Diego Galdino - Realmente o saldo do carnaval foi muito positivo. Isso tudo foi fruto de um planejamento. Desde quando começamos a pensar no carnaval, nos reunimos com a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Secretaria de Estado de Saúde e a Secretaria da Mulher, com um conjunto de ideias formadas e planejadas para que acontecesse o que aconteceu nesse carnaval.

□ Foi incentivada a participação dos artistas maranhenses na festa em todos os circuitos?
■ Reunimos muitos artistas locais nessa festa, em todos os pontos. Tocou Zeca Baleiro, banda Argumento, Marco Duailbe, Rosa Reis, entre outras diversificadas atrações de blocos tradicionais e blocos que surgem. No circuito Praça da Saudade, o primeiro dia de festa ficou por conta da apresentação do Tambor de crioula de Wendel, o show da cantora Alessandra Loba, a banda tambor Falante e o show da Banda Kayambá.

No restante dos dias, no mesmo ponto, a folia ficou por conta da presença de djs, do tambor do Laborarte, do grupo Fuzileiros da Fuzarca, do show com o cantor Marco Duailibe, do cantor Anderson e Feijoada, do grupo Folia de Três, do Tambor Pungar Da Ilha, da apresentação do grupo Vinagreira do Samba, do show de Eraldo Ebano, da banda Mixiricu, da cantora Rosa Reis, da Tereza Canto, do tambor Arte Nossa, da cantora Andrea Frazão, do Grupo Argumento, da banda Ajayo, do tambor de São Benedito, Show Terreiro de Oyó e da banda Embala Brasil.

□ O público esse ano foi bem diversificado, como foi para atrair todos os níveis de pessoas?
■ Fizemos uma festa que era para a massa, uma festa democrática. Atraímos desde ao jovem folião, ao idoso. A família esteve presente nos nossos circuitos, que foi desde do Centro, a Madre Deus, passando pela Beira Mar , Lagoa e Espigão da Ponta D’ Areia.

□ Como foi para arrastar esse público todo sem incidentes?
■ Não tivemos incidentes, o que já vem sendo marca do Governo Flávio Dino. Tivemos grande aceitação popular, com o povo participando das festas, indo para rua, se fantasiando. Isso é resultado do apoio prestado pelo governo às manifestações culturais, o que nos deixa muito felizes. Alcançamos um resultado muito bom, vendo que o maranhense, o ludovicense, voltou a ir para um carnaval fantasiado, isso a gente pôde perceber com muita alegria, no encerramento com o Zeca Baleiro.

□ O que será levado como aprendizado para o carnaval de 2018?
■ Todo esse resultado positivo deixa uma marca para o próximo. Começaremos a organizar a folia de 2018 já em 2017, debatendo como serão os detalhes. Ressaltamos ainda a implantação do circuito Beira-Mar que foi um sucesso, e pretendemos reforçar com mais atrações, com mais dias de festa. É um conjunto, que somando deu um resultado positivo e trouxe o carnaval de São Luís a um nível nacional, a um nível merecido, e principalmente, despertou a população. O carnaval em 2018 será muito melhor, com muito mais energia, muito mais força do Governo do Estado para planejar e atrair cada vez mais turistas para o estado.

□ Secretário, a segurança foi um dos pontos elogiados pelo público, como foi essa articulação?
■ Fizemos um planejamento para garantir que a festa ocorresse com segurança e tranquilidade para a população. Tivemos um reforço muito grande de policiais, contando também com apoio da prefeitura através da Guarda Municipal, Blitz Urbana e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Dyego Rodrigues, Agência de Notícias Maranhão
Publicidade