Saiu a análise da orla para o Carnaval 2017

Publicidade

Praias da Ilha de São Luís continuam com a maioria dos pontos próprios para banho

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema) divulgou novo laudo de balneabilidade das praias de São Luís e São José de Ribamar, no dia 22 de fevereiro, atestando que 14 dos 21 pontos analisados na orla marítima são considerados próprios para banho. A análise é feita semanalmente pelo Laboratório de Análises Ambientais (LAA) da Sema.

“Na gestão do Governador Flávio Dino estamos mudando a realidade da balneabilidade das praias. Para manter essas boas condições, além de monitorar estamos trabalhando permanentemente no processo de fiscalização de estabelecimentos comerciais e residências para garantir que esgoto in natura não seja lançado diretamente no mar. E os resultados já existem”, disse o secretário de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais, Marcelo Coelho.

As amostras de água são colhidas semanalmente em situação de maré baixa e na isóbata de 1m. O monitoramento obedece aos padrões fixados na Resolução do Conselho Estadual de Meio Ambiente (Conama) nº 274/00, segundo a qual, as águas das praias serão consideradas próprias, quando em 80% ou mais de um conjunto de amostras, obtidas em cada uma das cinco semanas anteriores, e colhidas no mesmo local, houver no máximo 100 Enterococos/100 mL (NMP - Número Mais Provável). As águas das praias serão consideradas IMPRÓPRIAS, quando não atenderem aos critérios anteriores, ou quando o valor obtido na última amostragem for superior a 400 Enterococos/100 mL (NMP).

Transparência
Desde o início da divulgação dos laudos de balneabilidade realizados pela Sema, o Governo do Estado ressaltou que trabalhará com muita transparência para informar a população de São Luís sobre a realidade das praias. “Se e quando houver problemas reais, colocaremos as bandeiras vermelhas e não verdes nas praias. Como, aliás, estamos fazendo toda semana”, avisou o governador Flávio Dino.

Além da constante fiscalização, a manutenção do maior número de praias próprias para banho na Região Metropolitana de São Luís se deve, também, ao programa ‘Mais Saneamento’. Os investimentos realizados pelo Governo do Maranhão somam R$ 320 milhões e estão impactando diretamente no tratamento de esgoto para garantir as condições de banho e também melhores condições de saneamento aos maranhenses que moram na capital.

Foram priorizados serviços de manutenção nas Estações Elevatórias de Esgotos (EEE). Outra ação importante é a despoluição dos rios. Esse trabalho foi iniciado em setembro de 2015 com o projeto de despoluição dos Rios Pimenta e Claro. Além disso, uma série de outras ações do Programa ‘Mais Saneamento’ estão em curso, como a construção de mais de 35 novas Estações Elevatórias de Esgoto (EEE), a ampliação das estações do Bacanga e do Jaracati, a implantação de aproximadamente 355 km de redes coletoras e interceptoras, das quais 85 km já foram instaladas.

Agência de Notícias São Luís
Publicidade

Publicidade