As praias de São Luís estão liberadas, lá-rá-rá

Publicidade

Mais de 80% das praias da Região Metropolitana estão próprias para banho

O laudo semanal de balneabilidade divulgado, nesta sexta-feira (17), pelo Laboratório de Análises Ambientais (LAA), da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema), aponta que quatro, dos 21 pontos monitorados das praias de São Luís e São José de Ribamar estão impróprios para o banho. A aferição ocorreu entre os dias 08 e 12 deste mês e ratificam a continuidade da balneabilidade da grande maioria das praias da Região Metropolitana de São Luís mesmo no período chuvoso.

Os níveis de contaminação aferidos, semanalmente, estão caindo, gradativamente, desde meados de 2016, em decorrência dos investimentos feitos pelo Governo do Estado em saneamento. De acordo com o novo laudo, as praias do Calhau, Olho d’Água, Meio e Araçagi continuam com todos os pontos próprios para banho.

Os pontos impróprios apontados pelo levantamento na praia da Ponta d’Areia (em frente ao Edifício Herbene Regadas e em frente ao Hotel Brisamar) e na praia de São Marcos (em frente aos Bares do Chef e Marlene’s e na Foz do Rio Calhau).

Investimentos feitos pelo Governo em saneamento causam quedas semanais dos níveis de contaminação nas águas, ratificando a balneabilidade das praias. Fotos: Erly Silva

"As praias estão próprias para banho? Estão sim. As praias da Região Metropolitana de São Luís continuam, em sua grande maioria, com os pontos próprios para banho. Mesmo com as fortes chuvas que estão caindo em São Luís desde o início do ano, a balneabilidade das praias se mantém em nível alto e constante. Estamos trabalhando permanentemente no processo de fiscalização de estabelecimentos comerciais e residências para garantir que esgoto in natura não seja lançado diretamente no mar", ressaltou o secretário da Sema, Marcelo Coelho.

Transparência
Desde o início da divulgação dos laudos de balneabilidade realizados pela Sema, o Governo do Estado ressaltou que trabalhará com muita transparência para informar a população de São Luís sobre a realidade das praias. “Se e quando houver problemas reais, colocaremos as bandeiras vermelhas e não verdes nas praias. Como, aliás, estamos fazendo toda semana”, avisou o governador Flávio Dino.

Rafael Arrais, Agência de Notícias São Luís

Nota do editor da Aldeia: Uma imagem sempre vale mais do que 353 palavras!

Publicidade