Acadêmicos do Baixo Augusta: #ForaTemer e #ForaDoria

Publicidade
Nem mesmo A Folhapress, agência do grupo Folha de São Paulo ousou esconder. O carnaval de São Paulo apresentou neste domingo, 19, previamente, #ForaTemer e em seguida, #Fora Dória.

O Bloco Acadêmicos do Baixo Augusta animou as ruas centrais da cidade. A 'Locomotiva do Brasil' teve folia e protesto. Tudo junto e misturado.

A Mídia Ninja, claro, esteve presente e registrou também. A fotinha acima e o vídeo abaixo são destes intrépidos contadores da história do Brasil recente.

Redação

Acadêmicos do Baixo Augusta termina desfile com gritos de 'fora, Temer'

Com gritos de "fora, Temer", o desfile do bloco Acadêmicos do Baixo Augusta chegou ao fim às 22h23 deste domingo (19), poucos metros à frente da praça Roosevelt, bem atrás da avenida São Luís, como estava programado.

Milhares de foliões acompanharam o bloco a partir das 16h.

Antes mesmo da saída do cordão, jovens já faziam um "esquenta" na avenida Paulista, sentados no chão, bebendo.

A rainha de bateria, a atriz Alessandra Negrini, vestia um "body" com uma cauda verde adornado com flores, representando o parque Augusta, que é uma reivindicação de ativistas.

Também no desfile, a vereadora Sâmia Bomfim (PSOL) estava com um vestido colorido e uma placa indicando a avenida 23 de maio, uma brincadeira com os grafites apagados pelo prefeito João Doria (PSDB).

O bloco reuniu ainda políticos da situação: em cima do trio, pulavam Carnaval o vice-prefeito Bruno Covas (PSDB), o secretário de governo Julio Semeghini o prefeito regional da Sé, Eduardo Odloak.

Roosevelt
"Apagaram tudo, pintaram tudo de cinza", cantou Tiê com o bloco parado em frente à praça Roosevelt.

A música escolhida faz referência aos grafites apagados na cidade pelo prefeito João Doria (PSDB).

No prédio da Cremesp, fogos iluminam um novo mural de Rita Wainer feito em parceria com o bloco, que diz: "A cidade é nossa". Foliões gritam "fora, Doria!".

FOLHAPRESS


Publicidade