Roberto Marinho vai se vingar da Marta

Publicidade
Como se sabe, São Paulo é a única metrópole brasileira que não tem uma "Avenida Getúlio Vargas".
Nem jamais terá uma "Lula".

A prefeita do PT (sic), Marta Sempre Suplicy, teve a ousadia de tirar o nome de uma avenida de São Paulo - Águas Espraiadas - e substituir por "Jornalista Roberto Marinho"!

Chamar Roberto Marinho de jornalista é o mesmo que chamar o Gilmar (PSDB-MT) de professor...

Mas, a Marta foi e sempre será funcionária da Globo (ou gostaria de ser...).

Desde quando fazia um programa soft-porno nas manhãs da Globo e ainda não usava botox.

Bem feito.

Desmoralizou o nome sagrado do Dr. "Roberto Marinho".


Transformou-o num antro de drogados e assaltantes e desvalidos moradores de rua.

Triste fim o do "Marechal da Comunicação", como dizia o Ibrahim Sued, o maior de todos os colonistas, outro bajulador profissional - como os colonistas em geral...

Como a Marta.

Em tempo: o prefeito caviar bem que poderia trocar o nome da Roberto Marinho para "Avenida Martraíra"!

Em tempo 2: essa avenida tem uma triste sina. Ao construí-la, um ícone da política paulista, Paulo Maluf, gastou ali mais do que foi gasto na ligação entre a Inglaterra e a França, por baixo d'água!

Em tempo 3: a elite branca de São Paulo costuma escolher grandes prefeitos - como guloso Kassab. Sem falar do Padim Pade Cerra, o dos R$ 23 milhões na Suíça.

Paulo Henrique Amorim, Conversa Afiada
Publicidade

Publicidade