Prêmio Brasil Hidroponia

Publicidade
O Maranhão participa do Prêmio Brasil Hidroponia, com o projeto “Sistema de aquaponia: integração de peixes e hortaliças - Um incentivo às famílias maranhenses na melhoria do IDH”, que é executado pela Secretaria de Estado de Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid) nos municípios inseridos no plano Mais IDH. Os autores do projeto são estagiários da Secid e estudantes da Universidade Estadual do Maranhão (Uema).

O prêmio, promovido pela Revista Brasil Hidroponia, vai contemplar personalidades, produtores, técnicos, empresas e lideranças do agronegócio que se destacaram neste ano de 2016 no cultivo de hidroponia. Serão avaliadas as modalidades: Técnicas, Destaques e Especial.

O projeto executado pela Secid concorre na modalidade Especial, que é voltada para produtores como forma de estimular o conceito de produção sem solo e gerar promoção para quem empreende no setor. A escolha é por meio de votação que encerra no dia 31 deste mês. O cadastro para participação deverá ser feito por estado, diretamente no site oficial www.premiobrasilhidroponia.com, na aba “Inscreva-se”, através do preenchimento correto do formulário de inscrição.


A implantação do Projeto ‘Aquaponia’ está integrada ao Programa ‘Minha Casa Meu Maranhão’, como forma de gerar renda às famílias beneficiadas com unidades habitacionais populares.

Projeto Maranhense
O sistema aquaponia, tema do projeto maranhense que participa do prêmio, é uma técnica que alia criação de peixes com o cultivo de hortaliças em água em consórcio que será aplicado em 30 municípios maranhenses que integram o Plano Mais IDH e como forma de incentivo à agricultura familiar.

Veja como votar no projeto da Secid
1º - acesse www.premiobrasilhidroponia.com
2º - Na barra superior clique em Vote
3º - Clique na aba Modalidade Especial
4º - Faça um cadastro para validar o voto
5º - Clique na aba Destaque Ação Social
6º - Escolha o projeto: Sistema de Aquaponia: Integração de peixes e hortaliças Um incentivo às famílias maranhenses na melhoria do IDH.

Luciana Aquino. Agência de Notícias Maranhão
Publicidade

Publicidade