Poço do Alto do Pinho beneficia 4 mil

Publicidade
O compromisso assumido e agora cumprido pelo Governo do Estado, por meio da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (CAEMA), quando iniciou as perfurações do poço, demonstrou não só preocupação em resolver em grande parte do problema do desabastecimento no bairro, como também rapidez em dar resposta a antigos anseios dos moradores. Abrir a torneira e ver jorrar dela o líquido que antes era escasso, ou mesmo nem chegava a grande parte das residências, é ver agora escorrer pelo rosto dos moradores do Alto Pinho – Anil, a felicidade em poder contar com água pronta para consumo.

Foram apenas 45 dias de trabalho entre a perfuração e estruturação do poço com instalação de maquinários, até que o poço, tão esperado e reivindicado a gestões anteriores, fosse posto em operação na última quarta-feira (7). O poço tubular de grande vazão, localizado na rua 5, próximo a Associação dos moradores do bairro, atingiu uma profundidade de 142 metros e tem capacidade para atender a cerca de 4 mil moradores, devido a uma vazão média de 30 mil litros por hora.

Durante a entrega do poço, o Diretor Presidente da Caema, Davi Telles, que esteve presente na localidade e conversou com os moradores explicou que, além do poço, a população deverá sentir um incremento na vazão de todo o bairro com a integração deste com o sistema paciência, como forma de levar mais água para mais e mais famílias alocadas no Anil e adjacências.


Um dos pontos altos da entrega foi a abertura da chave central colocada para fazer jorrar a água do poço. O momento tornou-se uma verdadeira exibição de alegria por conta dos moradores e particularmente das crianças, que chegaram a tomar banho na água que saía do cano principal colocado ali para o momento simbólico da entrega.

Programa Água Para Todos
A entrega do poço é mais uma das ações executadas pela Caema por intermédio do “Programa Água Para Todos”, como forma de propiciar não só água tratada para a população, mas também a certeza de melhores condições técnicas e salubres relacionadas ao abastecimento.

No caso especificamente de estruturação de sistemas plenos de abastecimento com a perfuração de poço tubular, como é o caso do Alto do Pinho, a medida revela-se como proposta emergencial para garantir o abastecimento em localidades que sofrem com intermitência ou pouca vazão devido a diversos fatores extras, a exemplo da região, localização, ou mesmo a geografia da área.

O ‘Água para Todos’, desde que foi lançado em 2015, é o maior programa de investimentos já visto no estado com a finalidade de suprir déficits no abastecimento e já entregou a população somente em São Luís 47 poços, entre poços perfurados (novos) e recuperados. No interior do estado foram entregues 12 poços de grande vazão, e atualmente existem mais 14 poços em andamento, além de inúmeras outras obras para recuperação e Implantação de Sistemas de Abastecimento de Água, com reestruturação de reservatórios, reativação e renovação de maquinários para captação, e da Estação de Tratamento de Água – ETA, em diversos municípios maranhenses.

Em 2017, as obras do ‘Água para Todos’ seguirão avançando em mais 20 cidades, e fará a recuperação e ampliação de 60 Sistemas de Abastecimento de Água, incluindo Imperatriz e Açailândia.

Walber Oliveira, Agência de Notícias Maranhão
Publicidade