Pacote de maldades, contra os mais ricos, é aprovado

Publicidade
A Assembleia Legislativa do Maranhão aprovou hoje, o pacote de maldades contra os mais ricos do Estado. A iniciativa do governador Flávio Dino, entre outras medidas, isenta de ICMS quem consome até 50kw de energia elétrica.

Quem vai ao trabalho de ônibus também nada vai sentir, o preço do óleo diesel está fora do pacote de maldades. A carga que leva alimentos, também. Quem usa a gasolina para trabalhar ou se divertir vai pagar mais imposto.

O servidor público estadual, diferente dos federais e dos demais trabalhadores do País, dorme mais tranquilo. Nada de extinção de pastas, aumento de contribuição ou elastecimento da aposentadoria e parcelamento de salários. Órgão, sindicato ou liderança alguma desta categoria reclamaram do pacote de maldades contra os mais ricos.

Mas, teve gente que chiou. Uns, disseram que o governador Flávio Dino "se virasse" noutras medidas, Ou seja, o pacote de maldades deveria atingir principalmente os mais pobres, como faz o governo federal.

O Maranhão é um estado sui generis, mesmo. Quando o País acelerava, de 2006 até 2014, oscilamos entre o passo de tartaruga e o andar do caranguejo. Agora, enquanto País mergulha na depressão, o Estado ainda consegue crescer e manter os empregos, dos mais pobres.

Frederico Luiz

Publicidade