Coxinhas darão chiliques nos aeroportos

Publicidade
Durante os governos Lula e Dilma, os aeroportos viraram motivo de chilique dos tais "coxinhas" - a chamada classe média que gostaria de virar "zelite", mas não consegue e tem ódio dos pobres. Eles ficavam indignados com a popularização dos voos, com a presença de trabalhadores nestes antigos oásis dos ricaços. Eu mesmo presenciei várias cenas de preconceito e ódio de classe no check-in e no saguão de vários aeroportos no Brasil. Esta galera egoísta e tacanha foi às ruas para rosnar pelo "Fora Dilma" e pela volta do seu aparente mundinho de privilégios. Uma notícia publicada nesta quarta-feira (7), porém, produzirá ainda maiores chiliques nos "midiotas" da chamada classe média.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) deverá aprovar na próxima semana o fim do transporte gratuito de bagagem dos passageiros. De acordo com as novas regras, as companhias aéreas poderão cobrar pelo despacho das malas em todos os voos nacionais e internacionais. Hoje, quem viaja pode levar uma mala de até 23 quilos nos voos nacionais e até duas de 32 quilos nas viagens internacionais sem cobrança. Caso a nova regra do covil golpista de Michel Temer seja aprovada, os passageiros só terão o direito de levar, gratuitamente, a bagagem de mão, com limite de apenas 10 quilos.


O blog Todos a Bordo, da Folha golpista, deu a notícia para os "coxinhas" estressados. "A Anac deve aprovar na semana que vem novas normas do setor aéreo que têm como ponto mais polêmico o fim do transporte grátis de bagagem para todos os passageiros. Elas vão permitir que as empresas passem a cobrar pelo despacho de bagagem em todos os voos nacionais e internacionais... Se a norma for mesmo ratificada pelo conselho da agência, os passageiros terão direito a levar, gratuitamente, apenas a bagagem de mão". Antes o "coxinha" egoísta rosnava que "o aeroporto virou rodoviária". Agora, nem ele terá acesso ao local. Azar dele! Quem mandou servir de massa de manobra dos golpistas?

Altamiro Borges
Publicidade