Convento das Mercês e Casa de Cultura Josué Montello

Publicidade
Valorizar a produção maranhense e os circuitos de visitação está entre as diretrizes de fortalecimento da cultura e do turismo no Maranhão, por isso o Governo do Estado investe na recuperação e manutenção dos patrimônios físicos e também imateriais. O governador Flávio Dino entregou, na sexta-feira (9), a reforma do Convento das Mercês e da Casa de Cultura Josué Montello, dois espaços importantes para maranhenses e grandes atrativos para os turistas que querem conhecer mais a História e a cultura do Maranhão.

"Hoje é um dia de valorização da cultura e do patrimônio histórico da nossa cidade, do nosso estado. Tivemos a restauração da Casa de Cultura Josué Montello e do Convento das Mercês, entregues no mesmo dia”, destacou o governador Flávio Dino, sobre a importância simbólica de reestruturação dos equipamentos públicos.

Por meio da Secretaria de Infraestrutura, O Governo do estado realizou a reforma do Convento das Mercês, importante prédio vinculado à Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Sectur) e que também abriga a Fundação da Memória Republicana. Com boa parte da estrutura interditada por anos, o Convento passou por recuperação estrutural, reforço dos pilares com malha metálica e injeção de nata de cimento, recuperação de todo o piso e dos banheiros, revisão da cobertura, drenagem, reoco e pintura.

Flávio Dino inaugurou reforma de espaços culturais do Maranhão. Foto: Gilson Teixeira

“O Convento das Mercês é um prédio de tradição no estado, integra o patrimônio tombado, multiplamente, pela Unesco, pela União e pelo Estado, são séculos de História. Quando nós assumimos o prédio estava numa situação difícil, a estrutura comprometida, escorado e com risco de desabamento, fizemos investimento de R$ 2,5 milhões para exatamente garantir a sua integridade e preservação e que todos os maranhenses e brasileiros e turistas que venham possam conhecer esse importante exemplar da arquitetura colonial", apontou Flávio Dino.

O espaço funciona como um museu, com valiosas peças literárias e artísticas em amostra, e também como ambiente para exposições, mostras, vernissagens, lançamentos de livros e espetáculos teatrais, como o apresentado na noite de reabertura, a peça “Bonjour, Curumin”, com direção do jornalista Américo Azevedo e que recebeu apoio pela Lei Estadual de Incentivo a Cultura.

O diretor do Convento das Mercês, Paulo Melo Sousa, convida a comunidade não só do entorno – o prédio está situado no bairro do Desterro, no Centro de São Luís – mas toda a população à ocupar o Convento, que está em pleno funcionamento.

“Essa reforma foi estrutural, a parte posterior do prédio estava comprometida, há cinco anos estava interditada e quando o governador Flavio Dino assumiu também assumiu o compromisso de recuperar esse prédio. E a partir de outubro do ano passado teve início às obras e agora está finalmente concluída. Todo o trabalho na estrutura foi feita, de tal maneira que agora o prédio está pleno para atender a comunidade de forma total”, explicou Paulo.

Casa de Cultura Josué Montello
A Casa de Cultura Josué Montello (CCJM) também passou por reformas e poderá entrar 2017, o ano do centenário do autor maranhense, pronta para receber curiosos visitantes que queiram conhecer a vida e obra de Josué Montello.

“2017 é o ano do centenário de Josué Montello, portanto é um momento especial para nós celebramos sua vida exitosa, vitoriosa e sua grande obra de importância não só para os maranhenses, mas para os brasileiros, obras de alcance inclusive internacional. Uma geração inteira de maranhenses que tiveram a oportunidade de conviver com ele, eu próprio tive essa honra, assim como de conhecer sua obra, outros não terão mais essa chance e por essa razão a Casa de Cultura é importante, porque permite a eternização desse personagem maranhense importante e da sua obra, que permanece viva na casa de cultura completamente reformada, modernizadas e posta à disposição dos maranhenses e daqueles que nos visitam”, relatou o governador Flávio Dino.

Com acervo formado pelo próprio escritor, o espaço estava fechado para reforma desde agosto de 2014. Com reparos, agora a Casa conta também com o Museu Josué Montello. “Abrimos a Casa com um acervo novo, montado pelo próprio Josué Montello em vida e a pessoa que queira conhecer um pouco da história dele, além de conhecer suas obras literárias, pode ter acesso ao acervo pessoal do autor. É mais um espaço que o Maranhão e São Luís ganham, onde poderão conhecer o autor que representou muito não só para o Maranhão, mas para o Brasil em termos literários, em termos de poesia e de teatro. Mais em equipamento que faz parte do circuito de visita cultural anunciado pelo Governo do Estado”, destacou o secretário de Estado de Cultura e Turismo, Diego Galdino.

Na oportunidade, também foi lançado o Catálogo de Publicações de Autores Maranhenses, realizado com recursos da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), por meio de edital.

Mariana Salgado, Agência de Notícias Maranhão

Mais imagens de Gilson Teixeira












Publicidade