Governador manda apurar ação contra estudantes

Publicidade
O governador do Maranhão Flávio Dino informou que haverá uma apuração sobre a atuação policial nesta terça (1/nov) no Liceu Maranhense. Por meio de seu perfil no Twitter, o governador afirmou que ele e os secretários de Educação e Segurança Pública não foram informados anteriormente da ação realizada nesta terça.

“Sobre atuação policial, após apuração e ser ouvido o diretor da escola, a Secretaria de Segurança vai se pronunciar”, afirmou o governador, por meio da rede social. “Não posso ser precipitado e irresponsável para sair julgando condutas de servidores públicos sem que eles sejam ouvidos”.
O secretário-adjunto de Projetos Especiais da Secretaria de Educação, Ismael Cardoso, esteve no Liceu esta tarde dialogando com os estudantes. O Governo do Maranhão, por meio de nota, reiterou que o ambiente escolar é “um espaço democrático, aberto para a manifestação de toda a comunidade escolar”.

Leia abaixo, a íntegra da nota:

Caso Liceu

Com relação ao ocorrido no Centro de Ensino Liceu Maranhense, nesta terça-feira (1º), a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informa que uma equipe do órgão permanece reunida com estudantes e a direção da escola, para averiguar o caso.

A Seduc reconhece a importância do debate da pauta nacional, conduzida por estudantes em todo o país, e considera relevante a discussão do tema no ambiente escolar, que é um espaço democrático, aberto para a manifestação de toda a comunidade escolar.

Conduta Policial

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), por sua vez, esclarece que denúncias que envolvam a conduta de profissionais do Sistema de Segurança Pública devem ser feitas diretamente na Corregedoria de Segurança Pública, que funciona na sede do órgão, na Vila Palmeira.

O Comando Geral da Polícia Militar do Maranhão ressalta, ainda, que reprova qualquer atitude que viole o respeito à dignidade humana; e eventuais excessos serão devidamente apurados.
Agência de Notícias Maranhão

Nota do editor da Aldeia: Relato e vídeo colhido na página de Facebook Ocupa Liceu sobre os fatos da manhã desta terça, 1º de novembro:

Nesta terça (01/11), os alunos do Liceu Maranhense reuniram-se no pátio da instituição para debater sobre a PEC 241 junto à alunos da UEMA. De forma civilizada, os estudantes conversaram sobre uma possível ocupação até que foram interrompidos pelos dirigentes da escola de maneira agressiva. Além de tentarem expulsar os membros da UEMA, os diretores chamaram a polícia militar para tentar inibir o movimento. Os oficiais abordaram as lideranças estudantis com violência e várias ameaças foram testemunhadas pelos presentes. Uma ação que quis calar a liberdade da expressão e mais parecia uma ditadura militar. Em seguida, mesmo com a resistência dos alunos, os jovens da universidade foram expulsos. Por isso, mesmo diante de tanta censura e repressão, o Liceu Maranhense precisa reagir. Vamos defender nossos direitos, Liceístas!

Publicidade