Votantes destacam tranquilidade da eleição

Publicidade
“Foi tranquilo para eu votar, sem filas e com segurança. A polícia está rodando, está fazendo o seu papel”, disse a gestora escolar Zuila Gomes, após votar para prefeito na Unidade de Educação Básica (UEB) Criança Feliz, no bairro da Ilhinha, na tarde deste domingo (30) em São Luís. Assim como Zuila, outros eleitores destacaram o aparato de segurança presente nas ruas durante o segundo turno na capital.

Para garantia de eleições tranquilas, o governo estadual destacou 11 mil agentes de segurança, sendo 9,6 mil policiais militares e 1,5 mil homens das Forças Armadas. O policiamento se dividiu na cobertura dos 264 locais de votação distribuídos nas nove zonas eleitorais e patrulhamento das ruas e avenidas da cidade.
Votantes destacam a tranquilidade das eleições
Diferente do 1º turno, eleição sem graves incidentes em São Luís. Foto: Gilson Teixeira
O planejamento fez parte da segunda etapa da Operação ‘Eleições 2016’, que também desempenhou ações de combate aos crimes eleitorais, em parceria com a justiça eleitoral. Para o empresário José Ribamar César Rodrigues, a força-tarefa resultou em um pleito eleitoral pacífico.

“Eu cheguei aqui tranquilo, votei rápido, em menos de dois minutos, com a maior tranquilidade. Segurança total”, disse Ribamar, após votação na zona eleitoral do colégio Dom Bosco, no bairro Renascença.

Direto da Aldeia Global publicou:
Ônibus são incendiados em SLZ e Imperatriz
Líderes dos ataques são transferidos

A tranquilidade também foi ressaltada pela esteticista Daniela Cristina Braga, que participou das eleições na UEB Criança Feliz, Ilhinha. “No trajeto de casa para cá, achei tudo seguro e tranquilo. O clima está bem favorável para votação”, declarou.

A enfermeira aposentada Helena Castro parabenizou o trabalho da polícia, após cumprir com o dever cívico na zona eleitoral do Colégio São Marcos, no bairro Calhau. “Acho que a eleição foi muito calma, as ruas guarnecidas, a população se sentiu segura, com certeza. Meu dia de votação foi bom, eu não deixo de votar e não vou votar nulo nunca, voto consciente do que estou fazendo”, afirmou a eleitora de 73 anos.

Agência de Notícias Maranhão
Publicidade

Publicidade