UnB ocupada: poder popular está na rua

Publicidade
Estudantes da Universidade de Brasília (UnB) decidiram ocupar, na noite desta segunda-feira (31/10), a reitoria do campus Darcy Ribeiro, na Asa Norte. Em assembleia, cerca de 1,3 mil universitários, segundo os organizadores, aprovaram a medida. Em Planaltina-DF, a ocupação começou pela manhã.

Durante a assembleia, também ficou definido que os alunos de cada um dos cursos oferecidos na universidade devem fazer assembleias próprias para decidir pela ocupação ou não das respectivas faculdades. As reuniões devem começar a partir desta terça-feira (1°/11).
Estudantes na reitoria da UnB. Foto: Metrópoles
Os alunos da UnB — assim como os estudantes das mais de 100 universidades ocupadas em todo o país — são contrários à Proposta de Emenda à Constituição 55 (antiga PEC 241), que prevê o congelamento dos gastos públicos pelos próximos 20 anos. Há ainda 1.177 escolas ocupadas no Brasil, de acordo com a União Brasileira de Secundaristas (Ubes). No Distrito Federal, são sete.

Em nota oficial no Facebook, os estudantes da UnB afirmam que as mudanças provocadas pela PEC são “inconstitucionais”. “O projeto congelará investimentos em educação, saúde, segurança social e em obras de infraestrutura, ameaçando também, os empregos nas esferas públicas e privadas”, criticam.

Até a última atualização desta matéria, a UnB não havia se manifestado sobre a ocupação. A Polícia Militar foi acionada e faz o acompanhamento do ato à distância, para evitar possíveis confrontos. Segundo a corporação, cerca de 300 estudantes estão na reitoria.

Metrópoles

Nota do editor da Aldeia: Vídeo abaixo "bomba" no WhatsApp:

Direita recua, é o poder popular que tá na rua!



Publicidade

Publicidade