Uemasul: comunidade apoia criação

Publicidade
A regionalização da Universidade Estadual do Maranhão (Uema) já é uma realidade com a proposta do Governo do Estado para a construção de um novo campus da instituição em Imperatriz – a Uemasul. O novo polo vai atender às cidades da Região Tocantina e somar na universalização do ensino superior já promovida pelo campus Uema da localidade. A Uemasul tem como proposta ser uma instituição com autonomia na administração e na gestão de recursos financeiros. Muito aguardada pela região, a proposta de criação da Uemasul é aprovada pela comunidade acadêmica e por diversas instituições.
Ex-diretor do Cesi de Impereatriz, Expedito Barroso
Ex-diretor do Cesi de Impereatriz, Expedito Barroso publicou sobre a Uemasul. Veja linque abaixo
A criação da entidade é o passo inicial para concretizar o projeto de regionalização do Ensino Superior no estado. “Essa proposta concretiza um antigo sonho dos imperatrizenses e se destaca por garantir a independência administrativa e orçamentária. Com essa liberdade na própria região muito pode ser realizado por quem participa diariamente das atividades acadêmicas”, pontuou a gestora da Unidade Regional de Educação de Imperatriz (Urei), Orleane Evangelista de Santana.

Direto da Aldeia Global NET publicou sobre Uemasul
Expedito Barroso: Sobre a Uemasul
Organizações comemoram criação da Uemasul‏
Sonho é real: agora sedia Universidade

Na prática, a nova universidade da Região Tocantina vai tornar mais ágil e menos burocrática a implantação de cursos de graduação e pós-graduação, sendo priorizados os que têm relação com as potencialidades e necessidades locais. A regionalização da universidade é mais um compromisso do programa de governo e atende antigo desejo da comunidade acadêmica da Região Tocantina. O projeto de lei é apreciado na Assembleia Legislativa.

Para o presidente do Sindicato Rural de Imperatriz, Renato José Nogueira Pereira, a proposta é de extremo significado para a região. “Teremos uma universidade com total autonomia e que atenderá com maior eficiência aos anseios de toda a população tocantina”, enfatizou.

A criação da Uemasul vai garantir um ensino superior público de melhor qualidade, avalia o presidente da Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII), Hélio Rodrigues Araújo. “A autonomia proposta para a instituição vai possibilitar o desenvolvimento científico, cultural e socioeconômico da cidade e região”, enfatizou.

Professores, funcionários e alunos da Uema – campus Imperatriz e representantes da Associação de Diretores e Trabalhadores das Escolas Públicas do Maranhão, da Academia Imperatrizense de Letras, do Sindicato Rural de Imperatriz e da Associação de Pastores Evangélicos de Imperatriz (Apei), engrossam a lista de instituições que apoiam a Uemasul.

A educação superior no Estado vive seu maior ciclo de desenvolvimento e investimentos. O Governo do Maranhão aplicou mais de R$ 40 milhões em obras de construção, ampliação, melhorias diversas e implantação de programas educacionais na Uema.

Nota de apoio

Muito esperada pela comunidade acadêmica de Imperatriz, a proposta de criação da Uemasul está recebendo apoio em uma nota assinada.

Funcionários, professores e alunos da Uema endossaram o apoio à criação da Uemasul, com nota que destaca o crescimento qualitativo que a medida possibilitará à instituição. De acordo com a nota, a criação da Uemasul tornará possível “o crescimento e ampliação (quantitativa e qualitativamente) das ações já desenvolvidas nas áreas de Ensino, Pesquisa e Extensão na Região Tocantina”.

Sandra Viana, Agência de Notícias Maranhão
Publicidade