Menino tinha dívida de €100 mil

Publicidade
O Google é uma empresa e, como tal, não deve ser encarada como a encarnação do bem e nem do mal. Sabemos que a companhia possui uma postura bastante duvidosa em relação à espionagem de seus usuários, mesmo que tente se mostrar bastante transparente, permitindo que apaguemos informações que não desejamos manter armazenadas.

Seja como for, ao menos a empresa possui um pouco de bom senso. Podemos afirmar isto porque a gigante das buscas perdoou uma dívida de 100 mil euros acumulada por um menino de 12 anos. Claro que não foi por pura bondade, a companhia apenas reconheceu que tudo não passou de um engano.

José Javier, um menino de 12 anos que mora em Alicante, na Espanha, tinha um sonho bastante comum para os garotos de sua geração: tornar-se um youtuber de sucesso. Ele criou seu canal e começou a subir alguns vídeos. Para tentar faturar um dinheirinho, quis ativar o serviço AdSense, que paga por publicidade exibida nos uploads.

No entanto, Javier cometeu um engano: ele ativou o AdWords, que faz justamente o contrário: cobra para mostrar propaganda de seu conteúdo e cobra a cada clique obtido. Enquanto o garoto achava que ia ganhar um poupudo pagamento pelas visualizações, tomou um susto: foi informado que já acumulara 100 mil euros em gastos, cerca de R$ 360 mil.

“Eu não sabia onde meu filho tinha se metido”, espantou-se a mãe de Javier, Imma Quesada. “Ele achava que estava ganhando dinheiro, e não o contrário. E queria comprar instrumentos para a banda, coisas assim, embora também tenha dito ao amigo que, se ficassem ricos, iria comprar uma mansão”.

Javier tem uma banda e fez a inscrição no serviço junto a um amigo. Eles enviavam algumas de suas músicas ao YouTube. No momento da inscrição no serviço, foi pedido apenas uma conta bancária, uma conta poupança criada pelos pais para o menino juntar dinheiro para o futuro, e o nome do garoto.



Final feliz

A dívida foi acumulada desde agosto. Em setembro, chegaram as primeiras cobranças. A poupança de Javier, que tinha cerca de 2.000 euros, ficou no vermelho em poucas semanas. Sua mãe está desempregada, e seu pai é vendedor ambulante. Por sorte, o Google reconheceu que tudo não passou de engano, depois que um técnico em informática examinou o computador do menino e detectou o erro.
Analisamos este caso e não recebemos nenhum dinheiro da parte do usuário. Vamos cancelar o saldo pendente no AdWords. Vários serviços online, inclusive o Google AdWords, possuem restrições de seu uso conforme a idade. Sabemos da importância de se manter o entorno da família seguro na Internet, por isso os pais podem encontrar informações sobre como fazê-lo no Centro de Segurança Familiar do Google – comunicou a empresa.
No entanto, a mãe do menino segue preocupada. Seu filho ficou de castigo sem computador por um tempo, enquanto as cobranças ainda chegavam. E, mesmo depois de todo o ocorrido, ele não parece entender o que aconteceu.
Meu filho não sabia o que estava fazendo. Agora, ficou a criança mais famosa da escola e sua mãe aparece na televisão. Eu lhe pergunto se ele sabe as consequências daquilo que fez, mas ele parece que não percebe, acha que não vai acontecer nada. Nós somos mais realistas – observou Imma.
Pelo menos a banda vai ganhar alguma fama. Mas, se for para analisar a moral da história, no final das contas Javier não deve aprender a lição. Quem sabe quando ficar mais velho.

tudocelular.com
Publicidade

Publicidade