Governo aproxima fábricas de móveis e curtumes

Publicidade
O setor de couros e derivados é visto como um dos segmentos com fortes indicadores de competitividade. No Maranhão, ações de fomento do Governo do Estado podem contribuir ainda mais com as ações de adensamento da cadeia do couro. Recentemente, gestores da Secretaria de Estado de Indústria e Comércio (Seinc) estiveram reunidos com o Sindicato das Indústrias de Mobiliário de Imperatriz e Região (Sindimir) e com o Sindicato das Indústrias de Curtimento de Couros e Peles do Estado do Maranhão (Sindicouros).

A proposta é aproximar esses dois setores, mobiliário e couro, para que as indústrias de móveis da Região Tocantina possam utilizar o couro dos curtumes de Ribeirãozinho, onde está instalado um dos maiores polos coureiros do Norte/Nordeste. Atualmente, uma equipe de profissionais do ramo de designer está realizando visitas às indústrias, afim de conhecer os processos de fabricação dos produtos. A intenção é adequar no ambiente da indústria a percepção de oportunidades de mercado a partir das necessidades e realidades do consumidor e produtor, aproximando demanda e oferta.
Sindimir e Sindicouros se encontram para ajustes
Sindimir e Sindicouros se encontram para ajustes. Foto: Agência de Notícias Maranhão
“Nossa intenção é aproximar ambas as cadeias, que estão a 30 km de distância, mas que não tinham um trabalho em comum. Com as iniciativas que já estão sendo realizadas na região, vamos colaborar para o adensamento da cadeia do couro, além da elevação da produção e abertura de novos mercados”, disse o secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo.

Sobre a aproximação das duas indústrias, o presidente do Sindimir, Geisel Alves Barbosa, explicou que os empresários do setor estão muito otimistas. “Nossa avaliação é muito positiva. Estamos no embrião ainda, mas, a gente tem tudo que possibilita atender o mercado local”, afirmou.

Com o potencial do polo coureiro da Região Tocantina e as oportunidades de negócios que estão sendo proporcionadas por meio de ações na cadeia do couro, o Maranhão é o 13º estado que mais exporta couro no país e o 4º maior do Norte/Nordeste.

Mostra Mobília Maranhão

Seguindo a linha da iniciativa de aproximar as indústrias do ramo da mobília e dos curtumes da região, após uma consultoria técnica no campo do design estratégico de produtos, que contou com a participação de seis indústrias, foi realizada a I Mostra Mobília Maranhão. O evento foi realizado em parceria com a Seinc e tem o intuito de estimular a inovação nas indústrias do ramo. O fruto desse trabalho foi exposto durante a Móvel Norte 2016, feira de móveis, que foi realizada em Imperatriz.

Mayara Rêgo, Agência de Notícias Maranhão
Publicidade