Gado vacinado vale ouro

Publicidade
Maranhão entra na 2ª etapa de vacinação contra febre aftosa

Maranhão entra na 2ª etapa de vacinação contra febre aftosa
De 01 a 30 de novembro, acontece a 2ª Etapa da Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa no Brasil. No Maranhão e em outros 13 estados todo o rebanho bovino e bubalino deve ser imunizado. Para registrar o período, o Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) e da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged), realizam, nesta terça-feira (1º), às 10h, na Sala de Reuniões da Vice-governadoria, o lançamento da campanha com uma cerimônia de obliteração do selo comemorativo dos 15 anos sem febre aftosa no Maranhão.

O evento, que deverá reunir representantes de diversas entidades do setor agropecuário, tem por objetivo conscientizar autoridades e produtores sobre a importância de continuar vacinando o seu rebanho. “A vacinação contra aftosa acontece, todos os anos, em maio e novembro. Historicamente, temos alcançado índices vacinais inferiores nas segundas etapas. Este ano, queremos reforçar o apelo aos produtores para que consigamos manter nosso índice vacinal acima de 98% e garantir a sanidade do rebanho maranhense”, explica o presidente da Aged, Sebastião Anchieta.

Na última campanha, realizada de 01 de maio a 15 de junho, o Maranhão conquistou a maior cobertura vacinal do Nordeste, com a imunização de 98,46% do seu rebanho bovino e bubalino, equivalente a 7.513.765 animais. Esta foi a terceira campanha consecutiva em que o estado apresentou uma cobertura acima de 98%.

“A manutenção do estado como livre de aftosa é fundamental para o crescimento da pecuária e para a atração de investimentos. Não podemos esquecer que esse foi um fator decisivo para que iniciássemos a exportação de gado vivo genuinamente maranhense, operação que, até o primeiro semestre de 2016, já gerou R$ 42 milhões para pequenos e médios produtores”, ressalta o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Márcio Honaiser.

Selo Comemorativo

Na cerimônia de lançamento da campanha, a Aged também pretende relembrar a trajetória de controle da doença. Em agosto desde ano, o Maranhão completou 15 anos desde o último e único caso de febre aftosa registrado pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), no município de Eugênio Barros. Para comemorar a data, foi produzido um selo comemorativo junto aos Correios, que será lançado na ocasião e obliterado por cinco personalidades escolhidas pela Aged.

Agência de Notícias Maranhão
Publicidade

Publicidade