Ibope confirma favoritismo de Edivaldo

Publicidade
Os números revelados ontem, 14 de setembro, pelo Ibobe, sobre a eleição em São Luís-MA confirmam a queda vertiginosa de Eliziane Gama (PPS) e a ascensão de Wellington do Curso (PP) como o nome da oposição a enfrentar o prefeito e líder em franco crescimento, Edivaldo Holanda Júnior.
Caso consiga manter esse ritmo de crescimento, ele subiu de 29% para 37% em 15 dias, o prefeito vence a fatura no primeiro turno.

A oposição permanece estacionada, somente trocou de nomes. Os três principais concorrentes, Wellington do Curso, Eliziane Gama e Eduardo Braíde (PMN) somavam 41% e agora estão com 44%, um crescimento na margem de erro.

A prova dos nove acontece no empate técnico na simulação de segundo turno, 44% a 42%.

Poderá gostar de ler:
Exata e DataM dizem o mesmo: Edivaldo sobe

Na pesquisa anterior, indecisos, brancos e nulos somavam 17% e agora são 11%. São eles e a desidratação de Braíde, Fábio Câmara (PMDB) e Rose Sales (PMB) que definem a sorte da capital do Maranhão.

Roberto Rocha

Com ou sem segundo turno, sai vitorioso o atual senador Roberto Rocha (PSB), ex-vice-prefeito, eleito com Edivaldo em 2012. Foi abandonado por Eliziane Gama que preferiu seus desafetos do PSDB. Após ser descartado por Edivaldo, indicou o vice na chapa do pepista, o vereador e seu filho, Roberto Júnior.

Depois da eleição, tanto o PMDB ou o PSDB do governo federal, quanto o PCdoB do governo do Estado podem cooptar Wellington do Curso, caso ele seja vitorioso. Porém, que nem Romário, também senador carioca pelo PSB, Roberto Rocha demonstra com a atual conformação eleitoral do Estado que consegue driblar adversidades, mesmo com pouco ou quase nenhum espaço.

Frederico Luiz
Publicidade

Publicidade