Contrários ao impeachment mantêm protesto

Publicidade
As manifestações contra o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff em São Paulo estão mantidas neste domingo (4), mesmo com a proibição imposta pela Secretaria de Estado da Segurança Pública. Em nota, as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, formadas por movimentos como o MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) e CMP (Central de Movimentos Populares), confirmaram a realização.

"Em primeiro lugar, não entendemos que caiba à Secretaria de Segurança ou à Polícia "permitir" ou não uma manifestação popular. A Constituição nos assegura este direito. De toda forma, não é de nosso interesse prejudicar a passagem da tocha paraolímpica", afirma a nota divulgada pelos movimentos.

O governo de São Paulo havia proibido protestos no domingo por causa da passagem da tocha paralímpica pela Avenida Paulista, por volta das 13h30. O ato, inicialmente marcado para as 14h, foi adiado para as 15h.

Veja a nota:

Nota sobre a Manifestação de Domingo

A Secretaria de Segurança Publica de São Paulo emitiu nota afirmando que "não permitirá" a mobilização agendada para o próximo domingo pelas Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular, alegando que o ato coincidirá com a passagem da tocha paraolímpica na Avenida Paulista. 
Em primeiro lugar, não entendemos que caiba à Secretaria de Segurança ou à Polícia "permitir" ou não uma manifestação popular. A Constituição nos assegura este direito. De toda forma, não é de nosso interesse prejudicar a passagem da tocha paraolímpica. Por essa razão, buscamos a informação exata do horário de passagem da tocha na Avenida Paulista, que será das 13:00 as 14:10.  
Neste sentido, visando garantir tanto a passagem da tocha quanto a manifestação programada, passaremos o horário da concentração para as 15:00 horas. Esta é uma decisão razoável que busca conciliar os dois eventos e evitar conflitos. Informaremos ainda hoje a alteração para a SSP. 
Portanto, a manifestação de domingo ESTÁ MANTIDA na Avenida Paulista, agora as 15:00 horas. Não pretendemos qualquer conflito e esperamos que a PM tenha o equilíbrio necessário para lidar com o evento, garantindo a liberdade de manifestação. Reiteramos que não iremos impedir nem prejudicar a passagem da tocha paraolimpica. 
Ainda buscando uma solução que não seja o enfrentamento com a PM estamos alterando a concentração para a frente do MASP.
Esperamos que a SSP se manifeste neste sentido. A manifestação está confirmada e já conta com mais de 30 mil pessoas confirmadas pelas redes sociais.
Todos e todas as 15hrs na Av.Paulista, concentração em frente ao Masp. 
Fora Temer!
O povo deve decidir! 
FRENTE POVO SEM MEDO
FRENTE BRASIL POPULAR

Jonal do Brasil: As imagens do protesto no dia 31, o dia do golpe:





Publicidade