Concurso para procurador atraiu 6 mil

Publicidade
Confio na lisura de todo o processo, o governador Flávio Dino é respeitado em todo o País, aqui também é a terra de Márlon Reis, jurista co-autor da Lei da Ficha Limpa. Espero passar... (Ana Paula Fernanda, Campeã nacional do Concurso do CNJ de Mediação)
Conheça mais sobre a autora deste depoimento, hoje de manhã:
Universidade Federal de Pernambuco vence I Competição Nacional da Mediação
E a tradição venceu a modernidade: UFPE vence Campeonato de Mediação

Ana Paula Fernanda, campeã nacional em 2013, ainda acadêmica, é advogada e trabalha no Tribunal de Justiça de Pernambuco ,mas quer vir para o Maranhão. Foto: Conselho Nacional de Justiça
Redação

Concurso para procurador do Estado atraiu quase 6 mil 

“A oportunidade é muito boa. Estou um pouco nervosa, porque a concorrência está grande, mas espero me sair bem”, disse a advogada Lara Rayssa Lima de Macedo Ribeiro, 22 anos, que veio de Balsas, a 810 quilômetros de São Luís, para participar da primeira etapa do concurso público da Procuradoria-Geral do Estado (PGE/MA). Quase seis mil candidatos se submeteram às provas objetivas aplicadas na capital, na manhã deste domingo (4), para preenchimento de 30 vagas no cargo de procurador do Estado.

Nesta primeira etapa, as provas objetivas tiveram duração de cinco horas. Nos locais de prova, os portões se abriram às 8h e fecharam às 8h30. Ao todo, serão quatro fases: provas objetivas e subjetivas; prova oral e prova de títulos. Todas as etapas serão realizadas apenas em São Luís. O concurso para procurador foi autorizado pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Gestão e Previdência (Segep). A Fundação Carlos Chagas é a organizadora responsável pelo certame, para o qual se inscreveram 5.949 candidatos.

Concurso atraiu uma verdadeira multidão para as provas aplicadas neste domingo. Foto: Gilson Teixeira
Concurso atraiu uma verdadeira multidão para as provas aplicadas neste domingo. Foto: Gilson Teixeira
Horácio Augusto destacou a remuneração do cargo e as belezas naturais do Maranhão como incentivos para concorrer a uma das vagas. Foto: Gilson Teixeira
Horácio Augusto destacou a remuneração e belezas naturais como incentivos para concorrer. Foto: Gilson Teixeira
Os candidatos chegaram cedo para identificar as salas e evitar imprevistos. Foto: Gilson Teixiera
Os candidatos chegaram cedo para identificar as salas e evitar imprevistos. Foto: Gilson Teixeira
Jade Oliveira veio de Recife para participar das provas para procurador do Estado. Foto: Gilson Teixeira
Jade Oliveira veio de Recife para participar das provas para procurador do Estado. Foto: Gilson Teixeira
O concurso é destinado a bacharéis em Direito com inscrição devidamente comprovada na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O vencimento do cargo, de R$ 19.955,40, chamou a atenção de muitos profissionais da área. Pessoas como o advogado Gildeon Ribeiro Sousa, 29 anos, que veio do município de São Raimundo das Mangabeiras, no Sul do Maranhão, para disputar uma vaga no concurso.

Além do salário e da estabilidade, Gildeon considerou outras vantagens, como o fato do certame ser em seu próprio estado e proporcionar uma carreira pública que o permitirá continuar advogando. “Não digo que estou totalmente preparado, mas como estou sempre revendo as matérias do concurso no dia a dia de trabalho, espero ter boas chances. Vou dar o melhor de mim”, falou o candidato.

A advogada Jade Maria de Oliveira, 26 anos, veio de mais longe ainda. A candidata é pernambucana de Recife e chegou à capital na madrugada da última sexta-feira (2). “É um concurso difícil, acho que vai vir com um nível bastante alto, mas espero que o que eu tenha estudado seja suficiente para ter um bom resultado”, disse Jade, que afirmou, ainda, ter sido atraída para a vaga devido ao salário e à estabilidade do cargo público.

Quem também veio de outro estado foi o advogado Horácio Augusto, 41 anos. Carioca, Horácio também chegou em São Luís na última sexta-feira, mas antes de voltar para o Rio de Janeiro, pretende curtir as praias da ilha. Segundo o candidato, um dos grandes atrativos da vaga são as belezas do Maranhão. “O estado é maravilhoso e a carreira é ótima, a organizadora do concurso é muito boa também. Estou com boas expectativas, super confiante”, disse ele.

De acordo com a Segep, o concurso para procurador do Estado é uma das várias medidas adotadas pelo governo estadual para garantir serviços públicos de qualidade à população. “O governador Flávio Dino está comprometido e empenhado em melhorar os indicadores do Maranhão. Este é mais um passo que damos, dentro das nossas possibilidades, para melhorar a prestação de serviços públicos”, ressaltou a secretária de Gestão e Previdência, Lílian Guimarães.


Próximas etapas

Após as provas objetivas, aplicadas neste domingo, o concurso prossegue com provas subjetivas no dia 13 de novembro, e provas orais entre os dias 15 a 19 de fevereiro. A primeira etapa tem caráter eliminatório e classificatório. O concurso para procurador é válido por dois anos, e pode ser prorrogado por igual período.

Carolina Mello
Publicidade